Minha Conta
Acesse sua conta

Destaques em Piscinas
Piscina – Nautilus
  1. Como escolher a iluminação adequada para a sua piscina

    20/03/2019 14:03

    O que você vai ler neste artigo: Leve em conta a segurança Leve em consideração o tamanho e o formato da piscina Pense nos pontos estratégicos...
    Como escolher a iluminação adequada para a sua piscina
    O que você vai ler neste artigo:
    Uma boa iluminação faz a diferença na área da piscina. Além de ser essencial para a segurança dentro e fora d'água, ela dá um toque especial ao ambiente, deixando-o ainda mais aconchegante e sofisticado. Mas a escolha da iluminação ideal para a sua piscina passa por diversas questões. Qual a potência que melhor atende às suas necessidades? Como o formato e tamanho da piscina influenciam na iluminação? Que medidas de segurança devem ser consideradas? Neste texto, compartilhamos 6 dicas para tirar essas dúvidas. Acompanhe!

    1. Leve em conta a segurança

    A primeira coisa a ser levada em consideração é a segurança de todos que utilizarão a piscina. Por isso, o ideal é que a iluminação sirva para que todos possam se movimentar livremente na área externa, ou dentro da água, sem risco de se machucar. Em casas onde há crianças, idosos ou pessoas com deficiência, esse fator é ainda mais importante. A iluminação deve assegurar que todo o caminho esteja perfeitamente visível e indicar a presença de objetos ou qualquer condição que possa causar um acidente. Portanto, a variação de potência dos refletores, bem como em quais pontos estratégicos instalá-los, vai depender muito da sua realidade. Havendo dúvidas, é sempre recomendado consultar um profissional para tomar a melhor decisão.

    2. Leve em consideração o tamanho e o formato da piscina

    Cada piscina tem uma necessidade diferente. Dependendo de seu tamanho e formato, você precisará avaliar em quantos refletores será necessário investir e qual deverá ser a potência de cada um, prezando, inclusive, pela economia. Refletores de 3w ou de 6w são altamente eficientes se pensarmos em piscinas pequenas, por exemplo. Além disso, piscinas redondas podem aproveitar melhor a luz dos refletores do que piscinas retangulares, não sendo necessário investir em potências muito altas quando for este o caso. A iluminação também é grande aliada de uma piscina mais moderna e sofisticada, como veremos mais abaixo. Você pode inovar por meio de luzes coloridas, que evoquem diferentes sensações e harmonizem com a paleta de cores que você escolheu para a decoração da sua área externa.

    3. Pense nos pontos estratégicos

    Agora, vamos falar um pouco da parte mais funcional da iluminação. Sabendo o tamanho e o formato da piscina, veja onde estão as quinas, as curvas e os degraus. Esses são os principais pontos que precisam ser iluminados para que todos possam mergulhar sem preocupações, uma vez que representam os maiores riscos. Outro aspecto fundamental da segurança é garantir que os refletores sejam instalados de modo a não incomodar a visão dos que estiverem na água.

    4. Decida que tipo de iluminação usará

    A iluminação com LEDs costuma ser muito eficiente e econômica, poupando bastante energia. Melhor ainda: podem ser instalados em qualquer tipo de piscina, apresentando versatilidade de tamanho, potência e cores que se adequam aos mais distintos projetos! Outro ponto de destaque é sua durabilidade. Os LEDs tendem a ser a alternativa ideal para quem preza pelo melhor custo-benefício, uma vez que não precisam ser trocados com frequência e tampouco requerem muita manutenção.

    5. Descubra as cores ideais para sua piscina

    Como vimos anteriormente, as cores podem contribuir muito para quem quer personalizar a piscina e a área externa. Nesse sentido, é válido ter alguns pontos em mente. O efeito das cores, por exemplo, vai depender do revestimento da piscina. No geral, quanto mais claro for o revestimento, mais liberdade você terá para explorar diversas paletas usando iluminação. Cores quentes, como vermelho, laranja e amarelo, dão a impressão de temperatura alta, sendo uma boa pedida para o verão. Por outro lado, cores como azul e verde dão a sensação de frescor, e são especialmente bem-vindas nos momentos de relaxamento. Não existe certo ou errado. Tudo vai depender do seu gosto e da sensação que você deseja transmitir!

    6. Personalize a área externa

    Investir no entorno da piscina é uma boa ideia para os que estão pensando na valorização do imóvel, e é possível usar a iluminação de diversas formas para incrementar o design da sua área de lazer. Por exemplo, você pode usar refletores externos em pontos estratégicos, como na parede. Eles deixarão o ambiente com um ar mais elegante e convidativo, principalmente se houver árvores. Outra dica que damos é a cascata iluminada. Esta é uma peça em acrílico com LEDs embutidos que dá a impressão de ser uma mini cachoeira iluminada e colorida em sua piscina, conferindo ainda mais inovação e bom gosto à sua piscina! Gostou dessas informações? Então não deixe de conhecer a linha de LEDs da Nautilus! Você terá tudo de que precisa para seguir as recomendações de segurança e incrementar a beleza da sua piscina. [widget id="media_image-15"]

    O post Como escolher a iluminação adequada para a sua piscina apareceu primeiro em Nautilus.

  2. Quanto custa ter uma piscina em casa?

    21/02/2019 14:02

    Quem nunca sonhou em ter uma piscina em casa e curtir aqueles dias quentes com a família e os amigos? Mas, para muita gente, esse sonho vira...
    Quanto custa ter uma piscina em casa?

    Quem nunca sonhou em ter uma piscina em casa e curtir aqueles dias quentes com a família e os amigos? Mas, para muita gente, esse sonho vira pesadelo só de imaginar o custo para ter e manter uma piscina.

    A grande surpresa é que os materiais, equipamentos e acessórios necessários para a construção e para a manutenção de piscinas se tornaram mais acessíveis nos últimos anos.

    Atualmente, é possível encontrar piscinas produzidas em diferentes materiais e com preços a partir de R$ 13 mil com instalação, sendo que esse valor pode ser parcelado, facilitando ainda mais o pagamento e tornando o sonho possível.

    No entanto, é preciso considerar que ter uma piscina em casa envolve, também, custos com produtos químicos, manutenção e elevação do valor da conta de água e de energia elétrica.

    Além disso, é importante lembrar que os preços podem variar de acordo com cada região, mas se você quer ter uma ideia, aproximadamente, de quanto custa ter uma piscina em casa, confira nosso post de hoje.

      O que você vai ler neste artigo:

    Modelos versus preços: qual é a diferença?

    Se você já começou a pesquisar por piscinas, certamente percebeu que existem no mercado diversas marcas e modelos, assim como tamanhos e formatos.

    Para escolher a piscina perfeita para você, você precisa considerar o espaço disponível, a sua preferência e, é claro, o orçamento.

    Uma medida bastante utilizada é a de 4 m de largura x 8 m de comprimento e 1,4 metros de profundidade. Para ter uma dessas piscinas instaladas, você precisa fazer um investimento de, pelo menos R$ 13 mil reais, caso ela seja de fibra.

    Piscinas de fibra de vidro e vinil têm um preço cerca de 70% abaixo do valor das de concreto ou de alvenaria, que custam em média R$ 30 mil.

    Além da qualidade do material, esse custo maior também é justificado pela durabilidade: ter uma piscina de alvenaria ou de concreto é optar por um produto que vai durar cerca de 30 anos.

    Já o custo da instalação de uma piscina de fibra é mais baixo, inclusive pelo fato de a preparação do terreno ser mais simples: é preciso escavar e organizar a base e as laterais para que elas acomodem a estrutura. A durabilidade desse material costuma ser menor. Mas, se bem instalada e com manutenção contínua, a sua vida útil pode ser maior. A estrutura é durável, mas a pintura, normalmente, apresenta sinais de desgaste após 10 anos de uso.

    É importante lembrar de que o tamanho da piscina também influencia na capacidade dos equipamentos necessários: quanto maior ela for, maior será, também, a potência necessária da bomba e a capacidade do filtro. Portanto, para ter uma piscina em casa,é preciso considerar esse investimento.

     

    Manutenção de uma piscina: o que você precisa saber

    Para ter uma piscina em casa, você precisará fazer dois tipos de manutenção: a física e a química.

    A manutenção física consiste em filtrar, escovar, aspirar e peneirar a piscina, e o investimento necessário para comprar os materiais não entra no custo mensal, já que você vai comprar os equipamentos apenas uma vez.  Você gastará aproximadamente R$ 250,00.

    Caso você opte por contratar os serviços de uma empresa para fazer essa limpeza, o custo mensal da manutenção física será de, aproximadamente, R$ 300,00.

    Já a manutenção química é responsável por manter a água cristalina e sanitizada. Para ter uma piscina em casa, você precisará investir em produtos que são indispensáveis,como cloro,  estojos de teste de pH e cloro, esponjas e limpa bordas.

    As quantidades de produtos utilizadas no tratamento da água variam de acordo com o volume da água da piscina, tipo de tratamento, da frequência de uso e da época do ano.

    Considerando a aplicação de todos esses produtos, o gasto médio mensal pode variar de R$ 45,00 para uma piscina pequena (5,00 x 2,5 x 1,40) até R$ 120, aproximadamente, para uma grande (4,00 x 8,00 x 1,40)

    Se houver dúvidas quanto às dosagens e aos produtos químicos recomendados, siga as orientações dos fabricantes dos produtos químicos ou solicite ajuda a um Revendedor de sua confiança. Se precisar de ajuda para encontrar uma loja, acesse: http://www.nautilus.ind.br/revendas.

    Ter uma piscina em casa é uma decisão importante e que deve ser bem planejada, afinal pode-se ter com ela, além de grandes benefícios, a valorização e diferenciação do imóvel, mas não se deve esquecer que existe um investimento a ser feito e uma manutenção criteriosa que deve ser seguida.

    Lembramos que os valores apresentados no post podem variar de acordo com a região da compra dos materiais e com as particularidades de cada loja de piscina do lugar.

    Ah, não se esqueça de considerar nessa equação todos os momentos agradáveis juntos daqueles que você ama que serão proporcionados a partir desse investimento! Além disso, esse investimento gera valorização e diferenciação para o seu imóvel. Levando isso em consideração, o custo/benefício será bastante positivo!

    Comece agora mesmo a pesquisar e escolha os profissionais que tornarão o sonho de ter uma piscina em casa realidade para você e sua família.

    E então, acha que o custo para ter uma piscina em casa cabe no seu orçamento? Se você ficou com alguma dúvida, já sabe: escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

    [widget id="media_image-10"]

    O post Quanto custa ter uma piscina em casa? apareceu primeiro em Nautilus.

  3. Móveis para área da piscina: como escolher?

    18/01/2019 13:01

    O que você vai ler neste artigo: Escolha móveis para piscina com o material certo Cuide bem dos seus móveis Saiba usar os móveis certos para...

    O que você vai ler neste artigo:
    Durante o verão é normal que você e sua família passem bastante tempo dentro da água ou em volta da piscina. Por isso, seja para mergulhar, ou só para relaxar e tomar um sol, é natural que você queira manter esse espaço o mais atraente possível. É por essas e outras que uma boa escolha de móveis para piscina faz toda a diferença! Os móveis podem atender a uma função específica ou simplesmente à parte estética. Por isso, nesse texto vamos ajudar a escolher os móveis perfeitos para a sua área, de acordo com o seu gosto. Vamos lá?

    1. Escolha móveis para piscina com o material certo

    O material escolhido para o mobiliário é muito importante. Mais do que apenas refletir suas preferências estéticas, ele vai definir quais cuidados você precisará tomar, como será a limpeza e qual aparência sua área terá. Vamos analisar alguns dos materiais mais usados: Madeira - Muitos gostam de criar combinações. Por exemplo: deck de madeira na piscina com móveis de madeira em volta. Essa harmonia deixa o ambiente mais atraente e interessante, com um clima mais rústico. Para manutenção, é bom que os móveis sejam limpos com pano úmido, evitando os danos da poeira. Alumínio - Além da madeira, você pode usar alumínio. São leves e fáceis de carregar. O alumínio costuma ser escolhido por causa da facilidade de limpeza e por ter uma boa durabilidade e resistência. Além disso, combinam muito bem com móveis de outros materiais, como espreguiçadeiras com telas ou móveis em PVC. Plástico - Móveis de plástico também são ótimos, principalmente por conta do custo-benefício. São econômicos e tão fáceis de limpar quanto o alumínio, evitando que você tenha muito trabalho. Ferro - Os móveis de ferro duram gerações. Por isso, são mais caros. Mas, por outro lado, abrem muitos leques de oportunidades de design e acabamento, dando um toque único a cada móvel que irá resistir por décadas. Se você mora perto da praia, saiba que essa é uma das melhores opções contra os efeitos corrosivos da maresia. Fora esses materiais, existem muitos outros, como no caso da fibra, que pode ser natural ou sintética, criando e abraçando múltiplas possibilidades e combinações. Mas as coisas não se resumem a comprar os móveis e deixá-los parados para sempre na sua área (até porque são móveis). Então vamos ver alguns cuidados necessários para que seu mobiliário esteja sempre impecável:

    2. Cuide bem dos seus móveis

    No caso da madeira, você precisará ter cautela. Para que o material não fique com aquele aspecto apagado e acabado, recomenda-se que os móveis sejam lixados e impermeabilizados periodicamente, pintados ou envernizados com tintas ou vernizes resistentes à ação da água e do sol. Fazer isso de seis em seis meses é suficiente para que fiquem sempre bonitos, mantendo seu brilho e sofisticando o ambiente. Para evitar esforço desnecessário nesses casos, uma boa dica é ter móveis de madeira em locais cobertos, imunes às ações da chuva e do sol. O alumínio, por outro lado, não sofre os efeitos do tempo como a madeira. Mas, se você deseja que ele fique sempre com aquele aspecto brilhoso, o ideal é que se use cera automotiva. Isso vai aumentar a durabilidade e deixar seus móveis de alumínio mais atraentes, ornando melhor com sua área de lazer. Para os móveis de ferro, é necessário que tenham uma camada nova de esmalte protetor a cada ano, garantindo sua plena conservação. Se surgirem áreas oxidadas, devem ser lixadas e protegidas por um produto que impede a progressão da oxidação, e depois pintados com verniz ou tinta esmalte anti-oxidação. Não é recomendado que os móveis de fibra fiquem expostos à chuva. Por ser poroso, o material absorve a água, causando efeitos de deterioração gradual. Um verniz de boa qualidade e resistente à ação da água e do sol é uma ótima opção para resolver esse problema, contribuindo para a durabilidade. Mas, agora que você já sabe quais materiais usar e quais cuidados precisa tomar, está na hora de escolher os melhores móveis!

    3. Saiba usar os móveis certos para decorar sua área

    Existem alguns móveis específicos que contribuem para deixar sua área de lazer mais bonita para sua família. Vamos ver alguns: Ombrelone - O ombrelone cobre sua área de maneira sofisticada, aceitando diversos modelos, e deixa o clima mais aconchegante. Além de ser muito bonito, protege seus móveis da ação da chuva e do sol e é perfeito para os momentos em que você e sua família preferem relaxar e descontrair na sombra. Espreguiçadeiras - As clássicas espreguiçadeiras são ótimas para você e sua família tomarem um sol e dourarem a pele enquanto descansam. São muito funcionais e contribuem para tornar o ambiente agradável, oferecendo muitas opções de escolha para expressar seu gosto pessoal. Tapetes e almofadas - Almofadas podem ser colocadas nas espreguiçadeiras ou podem ser distribuídas pela área. Recomendamos que sejam de tecido impermeável, para terem maior resistência e combinar mais com o ambiente da piscina. Já os tapetes são uma boa alternativa às espreguiçadeiras, combinando também com as almofadas. Porém, que sejam antiderrapantes para evitar imprevistos. Levando essas recomendações em consideração, temos certeza de que sua piscina ficará ainda mais bonita e aconchegante! O que você achou dessas dicas? Se você gostou, temos certeza de que vai gostar também de dicas para usar plantas na decoração externa. Preparamos um artigo especial com 5 dicas! Clique aqui para ler! [widget id="media_image-10"]

    O post Móveis para área da piscina: como escolher? apareceu primeiro em Nautilus.

  4. Cuidados para curtir a piscina no verão

    08/01/2019 09:01

    O que você vai ler neste artigo: Cuidado para não se queimar Mantenha seu corpo hidratado Escolha bem sua alimentação Limpe bem a piscina e os...
    O que você vai ler neste artigo:
    Mergulhar na piscina no verão é sempre especial, e é uma excelente oportunidade para relaxar e renovar as energias para o novo ano que se inicia. Mas, para que tudo corra bem, existem alguns cuidados necessários a serem tomados para curtir a piscina no verão. Neste texto, falaremos de 5 cuidados para você não ter problemas durante esse período! Vamos lá?

    1. Cuidado para não se queimar

    Infelizmente, queimaduras são frequentes nesse período, então tome muito cuidado! Use protetor solar cerca de duas horas antes de ser exposto ao sol. Lembre-se de que o protetor deve ser usado mesmo que você esteja debaixo de um guarda-sol, ou que seu corpo esteja coberto por roupas ou toalhas, pois os raios UV conseguem penetrar no tecido. Fuja da tentação de utilizar receitas domésticas de hidratantes feitos em casa, que nesta época do ano invadem as redes sociais como fórmulas mágicas. Pelo contrário, faça questão de adquirir protetores solares de marcas confiáveis e com alta filtragem dos raios UV. Além disso, evite se expor ao sol entre as 10h e as 16h, parte do dia em que o sol é mais intenso.Lembre-se de que a longa exposição de sua pele aos fortes raios do sol pode até não ocasionar problemas de queimaduras sérias de imediato, mas certamente com o passar dos anos pode contribuir para uma precoce aparência de envelhecimento.

    2. Mantenha seu corpo hidratado

    Principalmente nesses períodos de calor intenso, não é porque você pode ficar o dia inteiro com o corpo debaixo d'água, que deve esquecer que seu organismo transpira muito e que é indispensável repor a água interna para manter os cerca de 65% de líquido que existe em todo organismo humano saudável. Então use e abuse da água, dos sucos naturais, dos chás e da refrescante e nutritiva água de coco!

    3. Escolha bem sua alimentação

    No verão nosso organismo precisa ainda mais de proteção, saúde e resistência. Por isso, prefira uma alimentação mais leve e balanceada. Legumes e verduras são fontes de luteína e zeaxantina, que agem como filtros para raios UV. Frutas são refrescantes e os sucos naturais são ótimos para esse período com temperatura elevada. Mas, além disso, algumas alternativas são ricas em vitamina C e betacaroteno, que agem protegendo o corpo da exposição ao sol. Por isso, nesse verão insira no seu cardápio abóbora, mamão, manga, pêssego, laranja, morango, melancia, além de alimentos leves como saladas variadas, aves grelhadas, peixes e purê de batatas. Se for fazer macarrão, dê preferência ao integral, mas mesmo assim, reduza a quantidade.

    4. Limpe bem a piscina e os arredores

    Você tem árvores e arbustos em casa? É natural que a piscina acumule folhas e sujeiras, principalmente se ela permanece desforrada durante longos períodos. Portanto, antes de dar aquele mergulho limpe bem a superfície da água.  Mas, se você mantém a piscina coberta enquanto não a usa, parabéns! Nesse caso, o acúmulo de sujeiras na água é significativamente menor. Você só precisará se certificar de que a sujeira e a água acumuladas na lona não caiam na água da piscina. Sabe aquela poeira que fica no fundo da piscina? Não se esqueça de usar o aspirador para retirá-la. Aspire a sujeira da piscina inteira, até dos cantinhos. Essa atividade não costuma demorar, levando cerca de meia hora, e deixa a água pronta para um mergulho! Além disso, não se esqueça de dar atenção às bordas e arredores da piscina, que devem permanecer limpos, retirando galhos e folhas que podem acabar entrando na água.

    5. Não se esqueça do tratamento da piscina

    A água imprópria para mergulho facilita contaminações e doenças infecciosas. Por isso, o ideal é que você realize o tratamento da água toda semana, principalmente no verão, quando a piscina é mais usada. Mantenha o pH da água entre 7,2 e 7,6. Esse padrão é considerado o ideal. Se você medir o pH da sua piscina e ele estiver desequilibrado, talvez ácido demais, use um produto que o nivele. Planeje bem a quantidade de cloro que é colocado na piscina. O cloro é utilizado para desinfetar a água, mas, em excesso, pode prejudicar a saúde. Por outro lado, usar pouco cloro pode não dar resultado algum, inutilizando seu esforço. Lembre-se de que é um erro julgar que água de piscina com cheiro de cloro é água bem tratada: é justamente o contrário, cheiro de cloro indica que está faltando cloro. O odor vem justamente da falta de cloração da água, da formação de cloraminas. Uma piscina limpa e saudável não tem cheiro. Por isso, como dica final, saiba que você pode eliminar todos esses problemas automatizando o processo de tratamento da água, tendo cloro sempre na quantidade perfeita e de forma automática. Para isso, use equipamentos que fazem o serviço sem que você precise se preocupar com esse cuidado. Clique aqui para saber mais sobre o EasyClor, o equipamento que gera cloro automaticamente para sua piscina! Seguindo essas recomendações temos certeza que você terá um excelente verão, com muita saúde, segurança e diversão acima de tudo! [widget id="media_image-6"]

    O post Cuidados para curtir a piscina no verão apareceu primeiro em Nautilus.

  5. O que é preciso fazer para ter uma água 100% saudável na piscina

    19/12/2018 09:12

    O que você vai ler neste artigo: Os principais processos para garantir a limpeza da piscina Filtração da água Tratamento químico e físico da...
    O que você vai ler neste artigo:
    Quem tem uma piscina em casa ou no seu negócio sabe da importância de mantê-la sempre limpa e bem cuidada. Para aproveitar bem a diversão e momentos de relaxamento para a família ou para os clientes, o mais natural é cuidar bem da limpeza de piscina para garantir essas qualidades. Conheça as principais técnicas, produtos e ferramentas para sua limpeza de piscina, proporcionando uma água 100% limpa:

    Os principais processos para garantir a limpeza da piscina

    Filtração da água

    Ninguém quer uma piscina com nenhum tipo de partícula boiando na superfície, não é mesmo? A filtração da piscina é o processo que limpa a água e a mantém limpa desse tipo de impurezas insolúveis. Na prática, um filtro de água para a limpeza da piscina é o que impede materiais como folhas, terra e grãos de poeira de causarem sujeira. Esse processo de filtração acontece na "casa de máquinas" das piscinas, onde uma bomba é a responsável por atrair os materiais sólidos que ficam retidos pelas cargas de areia ou de Zeólita dos filtros. Apenas para sua informação e curiosidade, saiba que a Zeólita Nautilus é formada por material vulcânico super fino, que retém partículas de até 5 micra, enquanto a areia consegue reter partículas de apenas 20 micra. Ou seja, a Zeólita deixa sua água ainda mais cristalina.

    Quer entender melhor como isso funciona na prática? Leia nosso artigo sobre o tema aqui.

    Tratamento químico e físico da piscina

    Existem dois processos que podem resumir o necessário para a limpeza de piscina correta: o tratamento químico e o físico. O tratamento físico envolve, por exemplo, a filtração ada água. Além disso, para cuidar dos resíduos físicos da piscina, você também pode apostar em aspiradores e peneiras apropriados, para recolher materiais indesejados como fios de cabelo, folhas, insetos, galhos e outros. Em paralelo a esse tratamento, também é importante cuidar da parte química. A manutenção da piscina requer equilíbrio entre materiais químicos que devem ser utilizados para conversá-la limpa e saudável. Os ajustes do pH da água, da alcalinidade e do cloro são bons exemplos de processos fundamentais. Eles têm como missão eliminar microrganismos e bactérias, deixando a sua piscina própria para o uso. Além disso, o tratamento químico correto representa economia de recursos, diminuindo a necessidade de troca da água e tempo adicional de uso dos equipamentos de filtragem, o que significa menor gasto de eletricidade.

    Uso do cloro na piscina

    Esse é um velho conhecido de quem se preocupa com limpeza de piscina. Quando bem utilizado, o cloro é uma alternativa eficaz e ecologicamente amigável para seu tratamento. Esse material é o que age na eliminação de odores, removendo bactérias nocivas e oxidando a água da piscina. Apesar disso, é importante que você conheça soluções inovadoras que auxiliam na cloração de água de forma automatizada, como os geradores de cloro EasyClor da Nautilus, que funcionam a partir apenas de doses de sal adicionado à água, transformando por hidrólise o sal em cloro, dosando a quantidade certa do produto e o aplicando apenas na hora certa. Outra vantagem importante desse tipo de equipamento, diante da necessidade de usar o cloro, é que a automatização elimina a exposição de pessoas ao manuseio do material em estado puro, que pode comprometer a segurança e a saúde de quem o utiliza.

    Mantendo o PH correto da água

    PH significa Potencial Hidrogeniônico, ou seja, a quantidade de hidrogênio concentrada e presente na água. Para manter a saúde das piscinas, o PH da água deve ser balanceado, mantido entre 7,2 e 7,6 na escala que vai de 0 a 14. Manter o pH da água da piscina, que pode estar ácida, alcalina ou neutra, é essencial para garantir a qualidade da água e a durabilidade da sua piscina. Falando assim, em termos químicos, essa parte da limpeza de piscina pode parecer muito difícil, mas não se assuste! Existem vários produtos que cumprem a tarefa de manter o PH correto da água. Para ajustar manter o pH da água da piscina, experimente usar kits solução Nautilus e uma bomba dosadora eletromagnética, e, conforme os resultados encontrados, realizar a dosagem dos produtos necessários.

    Quais produtos e processos utilizar?

    Diante de todas as opções, é importante ressaltar que todas as ideias apresentadas acima são complementares.  Para cuidar tanto do tratamento físico quanto da parte química na limpeza de piscina, busque fornecedores que ofereçam um mix de produtos que cubra todos os cenários. Vale combinar todos os esforços desde a filtração até a manutenção do PH para garantir uma piscina completamente segura, com água 100% saudável.

    Onde encontrar os produtos certos para sua limpeza de piscina

    Agora que conheceu as principais opções para manter sua água 100% limpa, resta encontrar os produtos que descrevemos. Conheça as soluções mais completas para limpeza de piscina no catálogo da Nautilus. Confira aqui, em um só lugar, tudo que você precisa de mais seguro e inovador para garantir os bons momentos na sua piscina. [widget id="media_image-12"]

    O post O que é preciso fazer para ter uma água 100% saudável na piscina apareceu primeiro em Nautilus.

  6. O que você ganha escolhendo a Nautilus como fornecedor de equipamento de piscina

    05/11/2018 16:11

    Todos os empreendedores vitoriosos no ramo de piscinas sabem que o sucesso do seu negócio teve início quando selecionou os parceiros focando o...
    O que você ganha escolhendo a Nautilus como fornecedor de equipamento de piscina

    Todos os empreendedores vitoriosos no ramo de piscinas sabem que o sucesso do seu negócio teve início quando selecionou os parceiros focando o mercado com visão de futuro. Essa decisão é ainda mais importante nos dias de hoje, em que vivenciamos um incrível momento de transição em todas as camadas – social, econômico e político. O que antes funcionava, hoje pode não funcionar. Quem antes tinha o sucesso garantido, hoje talvez esteja sofrendo problemas para se adaptar. Quem antes tinha certeza, hoje talvez tenha dúvidas. Na complexidade atual do mundo dos negócios, está cada vez mais difícil crescer sozinho. Por outro lado, um trabalho conjunto do tipo ganha-ganha pode ser a base para uma loja de piscinas crescer e se fixar no mercado mais rapidamente e com maior solidez. Nesse contexto, é preciso trabalhar com um fornecedor de equipamentos de piscina atento às suas necessidades e que ofereça as melhores soluções antes, durante e no pós-venda, tanto para você quanto para seus clientes. A Nautilus é uma das marcas de maior expressão no mercado brasileiro de piscinas, tendo em seu DNA a inovação e o pioneirismo. Foi eleita em 2013 como a melhor fabricante de Filtros e Motobombas do Brasil – 1º lugar no prêmio ANAPP – pela escolha independente das revendas de todo o Brasil. E essa honrosa distinção continua válida! A seguir, mostraremos o que você ganha escolhendo a Nautilus como a marca líder de equipamentos de piscina em sua loja. Respire fundo e venha dar um belo mergulho nessa piscina cheinha de vantagens!

    Pioneirismo como fornecedor de equipamento de piscina

    Um fornecedor de equipamento de piscina deve manter-se atento às possibilidades de melhoria continuada e de desenvolvimento de novos produtos que representem soluções e vantagens para revendedores e clientes.

    Desde o início da sua história, a Nautilus construiu sua identidade e seu posicionamento no mercado como uma marca inovadora. As novidades ficam por conta da tecnologia, alinhada com o que há de mais  avançado em todo o mundo, tudo pensado para oferecer o que há de melhor e mais seguro para a piscina do consumidor.

    Como referência na fabricação de equipamentos para piscinas - resultado de investimentos constantes em pesquisas e desenvolvimento - a Nautilus disponibiliza uma ampla linha de produtos com soluções completas para o ambiente da piscina e seu entorno.

    O compromisso com a inovação e evolução constante de seus produtos levou a Nautilus a ser a primeira empresa do Brasil a produzir um filtro rotomoldado para piscinas, ser pioneira no lançamento de uma linha de bombas de calor produzidas neste país e de geradores de cloro.

    Velocidade na Assistência Técnica, na garantia ou fora dela

    Para a Nautilus, garantia é um compromisso de honra. Para isso, a empresa mantém um departamento com profissionais treinados, atualizados e preparados para oferecer assistência total e rápida para nossa ampla e diversificada linha de equipamentos e soluções, a fim de que você possa ficar tranquilo e focar no que importa para seus negócios: fidelizar clientes, com total confiança nos resultados.

    Assistência Técnica autorizada, de norte a sul do país

    Além da Assistência Técnica direta da fábrica, para assegurar a velocidade no processo de atendimento, são realizados treinamentos teóricos e práticos para os assistentes técnicos autorizados em todo território brasileiro.

    Essa capacitação nos permite oferecer soluções em relação aos projetos e obras que englobam a instalação dos produtos da Nautilus logo que necessário, garantindo uma maior vida útil para os equipamentos e a garantia de que as normas vigentes brasileiras sejam sempre cumpridas.

    Cursos para revendedores

    Não são apenas os assistentes técnicos que se beneficiam com os treinamentos! A Nautilus também abre as portas da sua fábrica para a realização de workshops para os revendedores.

    Afinal, não basta ser um fornecedor de equipamento de piscina - é preciso investir naqueles profissionais que permitem que a tecnologia Nautilus esteja presente em praticamente todo o Brasil e no exterior!

    Nesses encontros, é demonstrado em detalhes o funcionamento dos produtos e equipamentos da Nautilus, além de serem realizados debates que ampliam a visão do comércio no ramo de piscinas por meio da troca de soluções e ideias que ajudam a otimizar a gestão dos negócios.

    Ideias que foram experimentadas e aprovadas pelos mais bem sucedidos empresários do ramo de piscinas do país, são colocadas também ao seu alcance para ajudá-lo a tornar seu negócio cada vez mais rentável e lucrativo.

    Certificações e total aprovação dos revendedores

    Uma das maiores vantagens de se escolher a Nautilus como a marca líder de equipamentos de piscina em sua loja é ter a garantia de contar com um parceiro que tem compromisso com a segurança, a inovação e o bem-estar.

    Nesse contexto, a certificação demonstra o pioneirismo e a qualidade do fornecedor de equipamentos de piscina.

    A Nautilus é conhecida e respeitada internacionalmente pelo desenvolvimento de acessórios e equipamentos que aliam qualidade e confiabilidade. Por esse motivo, foi a 1ª fabricante brasileira com certificação de Seguridade Elétrica pelo INMETRO, única com certificação em toda a linha de produtos.

    Também possui Certificação NBR ISO 9001 - Qualidade dos processos produtivos e foi honrada com o 1º lugar no prêmio ANAPP como “Melhor fabricante de filtros e motobombas do Brasil”, pelo voto independente das revendas de piscinas de todo o país.

    Inovação nos produtos, uma constante

    Um fornecedor de equipamento de piscina deve ter olhar atento para as necessidades dos consumidores, revendedores, piscineiros e demais profissionais da área.

    Por esse motivo, a Nautilus aposta na inovação dos produtos para facilitar a vida de todos e, de quebra, fazer com que sejam voltados para a sustentabilidade.

    É o que ocorre por meio da utilização dos kits de teste e do gerador de cloro por exemplo, produtos desenvolvidos especialmente para favorecer consumidores e revendedores e, no caso desse último, salvar vidas.

    Viu só tudo o que você ganha escolhendo a Nautilus como a marca líder de equipamentos de piscina para sua loja?

    Nosso objetivo é oferecer soluções modernas que tragam mais praticidade, conforto, segurança e diversão para o dia a dia de todos!

    E então, que tal começar essa parceria de sucesso e contar com a Nautilus como fornecedor de equipamento de piscina hoje mesmo? Entre em contato ou deixe sua mensagem nos comentários!

    [widget id="media_image-13"]

    O post O que você ganha escolhendo a Nautilus como fornecedor de equipamento de piscina apareceu primeiro em Nautilus.

Bem Vindo a Seção de Piscinas do Portal Nautilus.

Quando o assunto é piscina, a Nautilus oferece mais de 30 anos de tradição e inovação em uma extensa linha de produtos. Para que você aproveite o que realmente importa, estamos sempre desenvolvendo produtos para sua piscina, seja para construção de uma nova piscina ou uma reforma da piscina existente.Temos as informações mais relevantes para que você escolha a melhor solução. As piscinas podem ser classificadas de acordo com o seu tipo de construção (alvenaria, fibra ou vinil), perfil de uso (residencial ou coletivo / pública) ou tamanhos. Para cada tipo existem equipamentos específicos, que são dimensionados de acordo com as normas ABNT, o que garante total segurança aos usuários. São produtos desenvolvidos com a mais alta qualidade e que proporcionam eficiência, economia e bem-estar. Aqui você vai encontrar todas as informações importantes para escolher o produto ideal para sua necessidade, com informações técnicas de dimensionamento, características de instalação e muito mais!

Filtros, motobombas, bombas de calor, coletor solar, tratamento, dispositivos, acessórios, iluminação e muito mais.

Temos em nossa linha itens que uma piscina necessita para sua construção, como dispositivos de aspiração, dispositivos de retorno, ralos de fundo, etc, equipamentos para tratamento físico da água - a filtração, com filtros em polietileno rotomoldado e motobombas com motores elétricos da Weg, passando pelo tratamento químico, seja com equipamentos automáticos ou com produtos para dosagens manuais, chegando também nas soluções que proporcionam uma experiência com a piscina ainda mais prazerosa e confortável: equipamentos para aquecimento da água - as bombas de calor e o coletor solar. Você pode conhecer também os produtos que oferecem mais estilo e elegância na decoração do ambiente com a linha Super LED para iluminação de piscinas.

PISCINAS