Minha Conta
Acesse sua conta

Destaques em Piscinas
Piscina – Nautilus
  1. Como escolher a iluminação adequada para a sua piscina

    20/03/2019 14:03

    O que você vai ler neste artigo: Leve em conta a segurança Leve em consideração o tamanho e o formato da piscina Pense nos pontos estratégicos...
    Como escolher a iluminação adequada para a sua piscina
    O que você vai ler neste artigo:
    Uma boa iluminação faz a diferença na área da piscina. Além de ser essencial para a segurança dentro e fora d'água, ela dá um toque especial ao ambiente, deixando-o ainda mais aconchegante e sofisticado. Mas a escolha da iluminação ideal para a sua piscina passa por diversas questões. Qual a potência que melhor atende às suas necessidades? Como o formato e tamanho da piscina influenciam na iluminação? Que medidas de segurança devem ser consideradas? Neste texto, compartilhamos 6 dicas para tirar essas dúvidas. Acompanhe!

    1. Leve em conta a segurança

    A primeira coisa a ser levada em consideração é a segurança de todos que utilizarão a piscina. Por isso, o ideal é que a iluminação sirva para que todos possam se movimentar livremente na área externa, ou dentro da água, sem risco de se machucar. Em casas onde há crianças, idosos ou pessoas com deficiência, esse fator é ainda mais importante. A iluminação deve assegurar que todo o caminho esteja perfeitamente visível e indicar a presença de objetos ou qualquer condição que possa causar um acidente. Portanto, a variação de potência dos refletores, bem como em quais pontos estratégicos instalá-los, vai depender muito da sua realidade. Havendo dúvidas, é sempre recomendado consultar um profissional para tomar a melhor decisão.

    2. Leve em consideração o tamanho e o formato da piscina

    Cada piscina tem uma necessidade diferente. Dependendo de seu tamanho e formato, você precisará avaliar em quantos refletores será necessário investir e qual deverá ser a potência de cada um, prezando, inclusive, pela economia. Refletores de 3w ou de 6w são altamente eficientes se pensarmos em piscinas pequenas, por exemplo. Além disso, piscinas redondas podem aproveitar melhor a luz dos refletores do que piscinas retangulares, não sendo necessário investir em potências muito altas quando for este o caso. A iluminação também é grande aliada de uma piscina mais moderna e sofisticada, como veremos mais abaixo. Você pode inovar por meio de luzes coloridas, que evoquem diferentes sensações e harmonizem com a paleta de cores que você escolheu para a decoração da sua área externa.

    3. Pense nos pontos estratégicos

    Agora, vamos falar um pouco da parte mais funcional da iluminação. Sabendo o tamanho e o formato da piscina, veja onde estão as quinas, as curvas e os degraus. Esses são os principais pontos que precisam ser iluminados para que todos possam mergulhar sem preocupações, uma vez que representam os maiores riscos. Outro aspecto fundamental da segurança é garantir que os refletores sejam instalados de modo a não incomodar a visão dos que estiverem na água.

    4. Decida que tipo de iluminação usará

    A iluminação com LEDs costuma ser muito eficiente e econômica, poupando bastante energia. Melhor ainda: podem ser instalados em qualquer tipo de piscina, apresentando versatilidade de tamanho, potência e cores que se adequam aos mais distintos projetos! Outro ponto de destaque é sua durabilidade. Os LEDs tendem a ser a alternativa ideal para quem preza pelo melhor custo-benefício, uma vez que não precisam ser trocados com frequência e tampouco requerem muita manutenção.

    5. Descubra as cores ideais para sua piscina

    Como vimos anteriormente, as cores podem contribuir muito para quem quer personalizar a piscina e a área externa. Nesse sentido, é válido ter alguns pontos em mente. O efeito das cores, por exemplo, vai depender do revestimento da piscina. No geral, quanto mais claro for o revestimento, mais liberdade você terá para explorar diversas paletas usando iluminação. Cores quentes, como vermelho, laranja e amarelo, dão a impressão de temperatura alta, sendo uma boa pedida para o verão. Por outro lado, cores como azul e verde dão a sensação de frescor, e são especialmente bem-vindas nos momentos de relaxamento. Não existe certo ou errado. Tudo vai depender do seu gosto e da sensação que você deseja transmitir!

    6. Personalize a área externa

    Investir no entorno da piscina é uma boa ideia para os que estão pensando na valorização do imóvel, e é possível usar a iluminação de diversas formas para incrementar o design da sua área de lazer. Por exemplo, você pode usar refletores externos em pontos estratégicos, como na parede. Eles deixarão o ambiente com um ar mais elegante e convidativo, principalmente se houver árvores. Outra dica que damos é a cascata iluminada. Esta é uma peça em acrílico com LEDs embutidos que dá a impressão de ser uma mini cachoeira iluminada e colorida em sua piscina, conferindo ainda mais inovação e bom gosto à sua piscina! Gostou dessas informações? Então não deixe de conhecer a linha de LEDs da Nautilus! Você terá tudo de que precisa para seguir as recomendações de segurança e incrementar a beleza da sua piscina. [widget id="media_image-15"]

    O post Como escolher a iluminação adequada para a sua piscina apareceu primeiro em Nautilus.

  2. Quanto custa ter uma piscina em casa?

    21/02/2019 14:02

    Quem nunca sonhou em ter uma piscina em casa e curtir aqueles dias quentes com a família e os amigos? Mas, para muita gente, esse sonho vira...
    Quanto custa ter uma piscina em casa?

    Quem nunca sonhou em ter uma piscina em casa e curtir aqueles dias quentes com a família e os amigos? Mas, para muita gente, esse sonho vira pesadelo só de imaginar o custo para ter e manter uma piscina.

    A grande surpresa é que os materiais, equipamentos e acessórios necessários para a construção e para a manutenção de piscinas se tornaram mais acessíveis nos últimos anos.

    Atualmente, é possível encontrar piscinas produzidas em diferentes materiais e com preços a partir de R$ 13 mil com instalação, sendo que esse valor pode ser parcelado, facilitando ainda mais o pagamento e tornando o sonho possível.

    No entanto, é preciso considerar que ter uma piscina em casa envolve, também, custos com produtos químicos, manutenção e elevação do valor da conta de água e de energia elétrica.

    Além disso, é importante lembrar que os preços podem variar de acordo com cada região, mas se você quer ter uma ideia, aproximadamente, de quanto custa ter uma piscina em casa, confira nosso post de hoje.

      O que você vai ler neste artigo:

    Modelos versus preços: qual é a diferença?

    Se você já começou a pesquisar por piscinas, certamente percebeu que existem no mercado diversas marcas e modelos, assim como tamanhos e formatos.

    Para escolher a piscina perfeita para você, você precisa considerar o espaço disponível, a sua preferência e, é claro, o orçamento.

    Uma medida bastante utilizada é a de 4 m de largura x 8 m de comprimento e 1,4 metros de profundidade. Para ter uma dessas piscinas instaladas, você precisa fazer um investimento de, pelo menos R$ 13 mil reais, caso ela seja de fibra.

    Piscinas de fibra de vidro e vinil têm um preço cerca de 70% abaixo do valor das de concreto ou de alvenaria, que custam em média R$ 30 mil.

    Além da qualidade do material, esse custo maior também é justificado pela durabilidade: ter uma piscina de alvenaria ou de concreto é optar por um produto que vai durar cerca de 30 anos.

    Já o custo da instalação de uma piscina de fibra é mais baixo, inclusive pelo fato de a preparação do terreno ser mais simples: é preciso escavar e organizar a base e as laterais para que elas acomodem a estrutura. A durabilidade desse material costuma ser menor. Mas, se bem instalada e com manutenção contínua, a sua vida útil pode ser maior. A estrutura é durável, mas a pintura, normalmente, apresenta sinais de desgaste após 10 anos de uso.

    É importante lembrar de que o tamanho da piscina também influencia na capacidade dos equipamentos necessários: quanto maior ela for, maior será, também, a potência necessária da bomba e a capacidade do filtro. Portanto, para ter uma piscina em casa,é preciso considerar esse investimento.

     

    Manutenção de uma piscina: o que você precisa saber

    Para ter uma piscina em casa, você precisará fazer dois tipos de manutenção: a física e a química.

    A manutenção física consiste em filtrar, escovar, aspirar e peneirar a piscina, e o investimento necessário para comprar os materiais não entra no custo mensal, já que você vai comprar os equipamentos apenas uma vez.  Você gastará aproximadamente R$ 250,00.

    Caso você opte por contratar os serviços de uma empresa para fazer essa limpeza, o custo mensal da manutenção física será de, aproximadamente, R$ 300,00.

    Já a manutenção química é responsável por manter a água cristalina e sanitizada. Para ter uma piscina em casa, você precisará investir em produtos que são indispensáveis,como cloro,  estojos de teste de pH e cloro, esponjas e limpa bordas.

    As quantidades de produtos utilizadas no tratamento da água variam de acordo com o volume da água da piscina, tipo de tratamento, da frequência de uso e da época do ano.

    Considerando a aplicação de todos esses produtos, o gasto médio mensal pode variar de R$ 45,00 para uma piscina pequena (5,00 x 2,5 x 1,40) até R$ 120, aproximadamente, para uma grande (4,00 x 8,00 x 1,40)

    Se houver dúvidas quanto às dosagens e aos produtos químicos recomendados, siga as orientações dos fabricantes dos produtos químicos ou solicite ajuda a um Revendedor de sua confiança. Se precisar de ajuda para encontrar uma loja, acesse: http://www.nautilus.ind.br/revendas.

    Ter uma piscina em casa é uma decisão importante e que deve ser bem planejada, afinal pode-se ter com ela, além de grandes benefícios, a valorização e diferenciação do imóvel, mas não se deve esquecer que existe um investimento a ser feito e uma manutenção criteriosa que deve ser seguida.

    Lembramos que os valores apresentados no post podem variar de acordo com a região da compra dos materiais e com as particularidades de cada loja de piscina do lugar.

    Ah, não se esqueça de considerar nessa equação todos os momentos agradáveis juntos daqueles que você ama que serão proporcionados a partir desse investimento! Além disso, esse investimento gera valorização e diferenciação para o seu imóvel. Levando isso em consideração, o custo/benefício será bastante positivo!

    Comece agora mesmo a pesquisar e escolha os profissionais que tornarão o sonho de ter uma piscina em casa realidade para você e sua família.

    E então, acha que o custo para ter uma piscina em casa cabe no seu orçamento? Se você ficou com alguma dúvida, já sabe: escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

    [widget id="media_image-10"]

    O post Quanto custa ter uma piscina em casa? apareceu primeiro em Nautilus.

  3. Móveis para área da piscina: como escolher?

    18/01/2019 13:01

    O que você vai ler neste artigo: Escolha móveis para piscina com o material certo Cuide bem dos seus móveis Saiba usar os móveis certos para...

    O que você vai ler neste artigo:
    Durante o verão é normal que você e sua família passem bastante tempo dentro da água ou em volta da piscina. Por isso, seja para mergulhar, ou só para relaxar e tomar um sol, é natural que você queira manter esse espaço o mais atraente possível. É por essas e outras que uma boa escolha de móveis para piscina faz toda a diferença! Os móveis podem atender a uma função específica ou simplesmente à parte estética. Por isso, nesse texto vamos ajudar a escolher os móveis perfeitos para a sua área, de acordo com o seu gosto. Vamos lá?

    1. Escolha móveis para piscina com o material certo

    O material escolhido para o mobiliário é muito importante. Mais do que apenas refletir suas preferências estéticas, ele vai definir quais cuidados você precisará tomar, como será a limpeza e qual aparência sua área terá. Vamos analisar alguns dos materiais mais usados: Madeira - Muitos gostam de criar combinações. Por exemplo: deck de madeira na piscina com móveis de madeira em volta. Essa harmonia deixa o ambiente mais atraente e interessante, com um clima mais rústico. Para manutenção, é bom que os móveis sejam limpos com pano úmido, evitando os danos da poeira. Alumínio - Além da madeira, você pode usar alumínio. São leves e fáceis de carregar. O alumínio costuma ser escolhido por causa da facilidade de limpeza e por ter uma boa durabilidade e resistência. Além disso, combinam muito bem com móveis de outros materiais, como espreguiçadeiras com telas ou móveis em PVC. Plástico - Móveis de plástico também são ótimos, principalmente por conta do custo-benefício. São econômicos e tão fáceis de limpar quanto o alumínio, evitando que você tenha muito trabalho. Ferro - Os móveis de ferro duram gerações. Por isso, são mais caros. Mas, por outro lado, abrem muitos leques de oportunidades de design e acabamento, dando um toque único a cada móvel que irá resistir por décadas. Se você mora perto da praia, saiba que essa é uma das melhores opções contra os efeitos corrosivos da maresia. Fora esses materiais, existem muitos outros, como no caso da fibra, que pode ser natural ou sintética, criando e abraçando múltiplas possibilidades e combinações. Mas as coisas não se resumem a comprar os móveis e deixá-los parados para sempre na sua área (até porque são móveis). Então vamos ver alguns cuidados necessários para que seu mobiliário esteja sempre impecável:

    2. Cuide bem dos seus móveis

    No caso da madeira, você precisará ter cautela. Para que o material não fique com aquele aspecto apagado e acabado, recomenda-se que os móveis sejam lixados e impermeabilizados periodicamente, pintados ou envernizados com tintas ou vernizes resistentes à ação da água e do sol. Fazer isso de seis em seis meses é suficiente para que fiquem sempre bonitos, mantendo seu brilho e sofisticando o ambiente. Para evitar esforço desnecessário nesses casos, uma boa dica é ter móveis de madeira em locais cobertos, imunes às ações da chuva e do sol. O alumínio, por outro lado, não sofre os efeitos do tempo como a madeira. Mas, se você deseja que ele fique sempre com aquele aspecto brilhoso, o ideal é que se use cera automotiva. Isso vai aumentar a durabilidade e deixar seus móveis de alumínio mais atraentes, ornando melhor com sua área de lazer. Para os móveis de ferro, é necessário que tenham uma camada nova de esmalte protetor a cada ano, garantindo sua plena conservação. Se surgirem áreas oxidadas, devem ser lixadas e protegidas por um produto que impede a progressão da oxidação, e depois pintados com verniz ou tinta esmalte anti-oxidação. Não é recomendado que os móveis de fibra fiquem expostos à chuva. Por ser poroso, o material absorve a água, causando efeitos de deterioração gradual. Um verniz de boa qualidade e resistente à ação da água e do sol é uma ótima opção para resolver esse problema, contribuindo para a durabilidade. Mas, agora que você já sabe quais materiais usar e quais cuidados precisa tomar, está na hora de escolher os melhores móveis!

    3. Saiba usar os móveis certos para decorar sua área

    Existem alguns móveis específicos que contribuem para deixar sua área de lazer mais bonita para sua família. Vamos ver alguns: Ombrelone - O ombrelone cobre sua área de maneira sofisticada, aceitando diversos modelos, e deixa o clima mais aconchegante. Além de ser muito bonito, protege seus móveis da ação da chuva e do sol e é perfeito para os momentos em que você e sua família preferem relaxar e descontrair na sombra. Espreguiçadeiras - As clássicas espreguiçadeiras são ótimas para você e sua família tomarem um sol e dourarem a pele enquanto descansam. São muito funcionais e contribuem para tornar o ambiente agradável, oferecendo muitas opções de escolha para expressar seu gosto pessoal. Tapetes e almofadas - Almofadas podem ser colocadas nas espreguiçadeiras ou podem ser distribuídas pela área. Recomendamos que sejam de tecido impermeável, para terem maior resistência e combinar mais com o ambiente da piscina. Já os tapetes são uma boa alternativa às espreguiçadeiras, combinando também com as almofadas. Porém, que sejam antiderrapantes para evitar imprevistos. Levando essas recomendações em consideração, temos certeza de que sua piscina ficará ainda mais bonita e aconchegante! O que você achou dessas dicas? Se você gostou, temos certeza de que vai gostar também de dicas para usar plantas na decoração externa. Preparamos um artigo especial com 5 dicas! Clique aqui para ler! [widget id="media_image-10"]

    O post Móveis para área da piscina: como escolher? apareceu primeiro em Nautilus.

  4. Cuidados para curtir a piscina no verão

    08/01/2019 09:01

    O que você vai ler neste artigo: Cuidado para não se queimar Mantenha seu corpo hidratado Escolha bem sua alimentação Limpe bem a piscina e os...
    O que você vai ler neste artigo:
    Mergulhar na piscina no verão é sempre especial, e é uma excelente oportunidade para relaxar e renovar as energias para o novo ano que se inicia. Mas, para que tudo corra bem, existem alguns cuidados necessários a serem tomados para curtir a piscina no verão. Neste texto, falaremos de 5 cuidados para você não ter problemas durante esse período! Vamos lá?

    1. Cuidado para não se queimar

    Infelizmente, queimaduras são frequentes nesse período, então tome muito cuidado! Use protetor solar cerca de duas horas antes de ser exposto ao sol. Lembre-se de que o protetor deve ser usado mesmo que você esteja debaixo de um guarda-sol, ou que seu corpo esteja coberto por roupas ou toalhas, pois os raios UV conseguem penetrar no tecido. Fuja da tentação de utilizar receitas domésticas de hidratantes feitos em casa, que nesta época do ano invadem as redes sociais como fórmulas mágicas. Pelo contrário, faça questão de adquirir protetores solares de marcas confiáveis e com alta filtragem dos raios UV. Além disso, evite se expor ao sol entre as 10h e as 16h, parte do dia em que o sol é mais intenso.Lembre-se de que a longa exposição de sua pele aos fortes raios do sol pode até não ocasionar problemas de queimaduras sérias de imediato, mas certamente com o passar dos anos pode contribuir para uma precoce aparência de envelhecimento.

    2. Mantenha seu corpo hidratado

    Principalmente nesses períodos de calor intenso, não é porque você pode ficar o dia inteiro com o corpo debaixo d'água, que deve esquecer que seu organismo transpira muito e que é indispensável repor a água interna para manter os cerca de 65% de líquido que existe em todo organismo humano saudável. Então use e abuse da água, dos sucos naturais, dos chás e da refrescante e nutritiva água de coco!

    3. Escolha bem sua alimentação

    No verão nosso organismo precisa ainda mais de proteção, saúde e resistência. Por isso, prefira uma alimentação mais leve e balanceada. Legumes e verduras são fontes de luteína e zeaxantina, que agem como filtros para raios UV. Frutas são refrescantes e os sucos naturais são ótimos para esse período com temperatura elevada. Mas, além disso, algumas alternativas são ricas em vitamina C e betacaroteno, que agem protegendo o corpo da exposição ao sol. Por isso, nesse verão insira no seu cardápio abóbora, mamão, manga, pêssego, laranja, morango, melancia, além de alimentos leves como saladas variadas, aves grelhadas, peixes e purê de batatas. Se for fazer macarrão, dê preferência ao integral, mas mesmo assim, reduza a quantidade.

    4. Limpe bem a piscina e os arredores

    Você tem árvores e arbustos em casa? É natural que a piscina acumule folhas e sujeiras, principalmente se ela permanece desforrada durante longos períodos. Portanto, antes de dar aquele mergulho limpe bem a superfície da água.  Mas, se você mantém a piscina coberta enquanto não a usa, parabéns! Nesse caso, o acúmulo de sujeiras na água é significativamente menor. Você só precisará se certificar de que a sujeira e a água acumuladas na lona não caiam na água da piscina. Sabe aquela poeira que fica no fundo da piscina? Não se esqueça de usar o aspirador para retirá-la. Aspire a sujeira da piscina inteira, até dos cantinhos. Essa atividade não costuma demorar, levando cerca de meia hora, e deixa a água pronta para um mergulho! Além disso, não se esqueça de dar atenção às bordas e arredores da piscina, que devem permanecer limpos, retirando galhos e folhas que podem acabar entrando na água.

    5. Não se esqueça do tratamento da piscina

    A água imprópria para mergulho facilita contaminações e doenças infecciosas. Por isso, o ideal é que você realize o tratamento da água toda semana, principalmente no verão, quando a piscina é mais usada. Mantenha o pH da água entre 7,2 e 7,6. Esse padrão é considerado o ideal. Se você medir o pH da sua piscina e ele estiver desequilibrado, talvez ácido demais, use um produto que o nivele. Planeje bem a quantidade de cloro que é colocado na piscina. O cloro é utilizado para desinfetar a água, mas, em excesso, pode prejudicar a saúde. Por outro lado, usar pouco cloro pode não dar resultado algum, inutilizando seu esforço. Lembre-se de que é um erro julgar que água de piscina com cheiro de cloro é água bem tratada: é justamente o contrário, cheiro de cloro indica que está faltando cloro. O odor vem justamente da falta de cloração da água, da formação de cloraminas. Uma piscina limpa e saudável não tem cheiro. Por isso, como dica final, saiba que você pode eliminar todos esses problemas automatizando o processo de tratamento da água, tendo cloro sempre na quantidade perfeita e de forma automática. Para isso, use equipamentos que fazem o serviço sem que você precise se preocupar com esse cuidado. Clique aqui para saber mais sobre o EasyClor, o equipamento que gera cloro automaticamente para sua piscina! Seguindo essas recomendações temos certeza que você terá um excelente verão, com muita saúde, segurança e diversão acima de tudo! [widget id="media_image-6"]

    O post Cuidados para curtir a piscina no verão apareceu primeiro em Nautilus.

  5. Renovação: como ter uma piscina moderna em 2019

    21/12/2018 09:12

    O que você vai ler neste artigo: Saiba quais reparos precisam ser feitos Deixe sua piscina mais moderna automatizando processos Mantenha sua...
    O que você vai ler neste artigo:
    Com a virada do ano chegando, também chega a hora das mudanças! Volta e meia, qualquer piscina apresenta alguns probleminhas após um longo período de uso. Seja o desgaste da fibra de vidro, seja a cor desbotada do bolsão vinílico da piscina, sejam os azulejos da alvenaria começando a se soltar... Todas, eventualmente, precisam de reparos. Por outro lado, mesmo que a piscina seja bem preservada, é bom que você esteja sempre atento e aja proativamente para evitar pequenos danos causados pelo tempo ou por condições adversas. Mas a renovação não se limita a resolver problemas. Talvez, com o passar do tempo, você simplesmente tenha adquirido novos gostos, novas preferências. Então, é normal que você queira mudar sua piscina, deixando-a ainda mais atrativa, segura e moderna com o novo visual!  É por isso que, neste texto, vamos considerar algumas dicas para que você tenha uma piscina completamente renovada e moderna em 2019. Vamos lá?

    1. Saiba quais reparos precisam ser feitos

    Antes de mais nada, é bom que você tenha um diagnóstico do que sua piscina precisa. Dê uma olhada nela e se atente para as necessidades, dependendo de qual tipo de piscina você tem. Vejamos os mais comuns:

    Piscina de azulejos

    Se você tem uma piscina de azulejos e vê sinais de desgaste, seja nas pastilhas ou nos rejuntes, está na hora de dar uma atenção a isso. Nesse caso, é bom que você agende um período para recolocar os azulejos que porventura tenham se soltado e renovar o rejunte dos que estiverem se soltando.

    Piscina de vinil

    A vida útil do bolsão da piscina de vinil é de dez anos. Portanto, a cada década você terá de trocá-lo, por causa dos desgastes naturais do material. Mas isso é uma oportunidade! Porque, assim, você pode trocar a roupagem da piscina, utilizando, por exemplo, uma nova estampa, deixando-a mais bonita e mais condizente com suas preferências atuais! Mas atenção: existem épocas que são mais propícias à reforma de cada piscina. Para trocar o bolsão de uma piscina de vinil, o ideal é que o serviço seja feito em um período sem chuvas. Nesse período de estiagem, o vinil poderá ser aplicado sem interferências ou sujidades se infiltrando por detrás dele.

    Piscina de fibra

    A ação do sol, do cloro e do tempo fazem com que esse tipo de piscina perca aos poucos a cor e fique opaca. Então, você poderá reservar um período para lixá-la e aplicar uma nova pintura à fibra de vidro. Contratar um engenheiro ou arquiteto para o seu projeto pode ser necessário e até sábio de se fazer. Não só para que ele te oriente quanto ao melhor período para reformar, mas para que ele conduza o processo, gerencie os materiais e diga quais projetos são viáveis e quais não são. Além disso, profissionais poderão lhe ajudar a atender às normas técnicas. Mas, além dos reparos necessários, você pode aproveitar 2019 para presentear a sua piscina com o que há de mais moderno em tecnologia no mercado! Isso tornará seus cuidados com ela mais simples e mais econômicos, fazendo com que você tenha mais tempo para se divertir com a família. Vamos ver como fazer isso?

    2. Deixe sua piscina mais moderna automatizando processos

    Não é novidade para ninguém que piscinas exigem certa dedicação para serem mantidas. Trocar o cloro, medir alcalinidade e pH, limpá-la... Tudo isso demanda tempo, esforço e conhecimento. É por isso que a Nautilus oferece uma série de equipamentos que automatizam os processos, poupando seu tempo e até economizando seu dinheiro. Todos esses equipamentos atendem às normas técnicas da ABNT, garantindo segurança e qualidade em tudo o que oferecemos. Entre os equipamentos, podemos destacar o EasyClor, que gera cloro automaticamente para sua piscina. Em um processo que transforma uma carga de sal em cloro, o EasyClor é uma "fábrica de cloro" que faz com que sua piscina esteja sempre limpa e pronta para ser usada. Já que saúde e segurança devem vir em primeiro lugar, temos o equipamento Ozonizador. Este age como um potente fungicida, fazendo com que as bactérias e fungos sejam eliminados e você e sua família possam nadar sem preocupações com sua saúde. tratamento automatizado da piscina faz com que ela esteja sempre pronta para um mergulho!

    3. Mantenha sua piscina aquecida em 2019 com o Aquahot Plus!

    Outra dica para modernizar sua piscina é instalando o Trocador de Calor AQUAHOT PLUS! Este equipamento, além de ser o mais seguro e inovador do mercado, permite que sua piscina esteja na temperatura ideal o ano inteiro. A recomendação da norma ABNT é de que a água esteja entre 27 e 29 ºC. A função do Aquahot Plus é deixar a água sempre nessa temperatura, de forma que você possa ter os benefícios de uma piscina aquecida sem se preocupar com mais nada. Mas, além desses processos de modernização e dos reparos que podem ser feitos, você ainda pode reformar puramente por estética. Confira algumas inspirações:

    4. Decore a piscina do jeitinho que você gosta

    O que você acha de redecorar o seu ambiente de lazer? Como vimos, isso pode renovar os ares de sua casa! Além disso, é uma ótima oportunidade de ter algo novo envolvendo sua família, que pode participar ativamente para deixar a piscina do jeitinho que vocês gostam. Uma dica de decoração renovada é a instalação de LEDs dentro de sua piscina. Além de proporcionar mais segurança à noite, é uma medida de conforto e bem-estar. Outra dica é investir em projetos de paisagismo que valorizem ainda mais a área externa, dando um ar mais sofisticado, tropical ou excepcionalmente relaxante ao ambiente.

    5. Preste atenção às normas técnicas

    Essa parte é muito importante. A nova norma técnica para piscinas, a ABNT NBR 10.339/2018, vem trazendo novas diretrizes para sua área de lazer. Essa atualização foca principalmente na segurança. Por isso, entre as recomendações estão os pisos antiderrapantes, as bordas arredondadas, a indicação de profundidade e equipamentos como o ralo antiaprisionamento, dentre outros. Se sua piscina ainda não tiver esses equipamentos, providencie-os para a próxima manutenção! Reformar sua piscina de acordo com o que a nova norma ABNT diz te ajudará a ter uma piscina com mais segurança e mais controle de qualidade. Dessa forma, você e sua família poderão se divertir sempre muito tranquilos!

    Concluindo

    Reformar sua piscina é uma ótima ideia para 2019. Isso vai deixá-la mais bonita, mais segura e mais moderna. E é para te ajudar nisso que preparamos um Ebook especial para você! O Ebook Guia de Automação de Piscinas vai te dizer com mais detalhes como você pode modernizar e automatizar os processos, de forma que tenha menos trabalho e economize tempo que será usado exclusivamente para se divertir! Clique aqui para receber o seu Ebook grátis! [widget id="media_image-12"]

    O post Renovação: como ter uma piscina moderna em 2019 apareceu primeiro em Nautilus.

  6. Oportunidade de negócios: deixe a piscina do seu cliente pronta para o verão!

    19/12/2018 15:12

    O que você vai ler neste artigo: Oportunidade de negócios: como vender mais no verão Primeiro passo: prepare-se para a alta estação Venda uma...
    oportunidade-de-negocios-deixe-a-piscina-do-seu-cliente-pronta-para-o-verao O que você vai ler neste artigo:
    Com a chegada da estação mais quente, perfeita para se divertir na água, o lojista tem em mãos uma oportunidade única de negócios. Resta aproveitá-la para vender mais! Como fazer isso? É o que trazemos para você no post a seguir! Anote as dicas e boas vendas!

    Oportunidade de negócios: como vender mais no verão

    Primeiro passo: prepare-se para a alta estação

    Antes de qualquer coisa, tenha certeza de que sua loja vai suportar a demanda mais alta da estação. No verão, maior número de consumidores na loja de piscinas é praticamente uma certeza, então garanta que sua loja conseguirá atender a todos com excelência. Pode ser necessário contratar novos funcionários, mesmo que temporários, para dar conta da maior demanda na loja. Aproveite também para treinar e motivar os vendedores para atender com toda atenção e conhecimento os clientes que estão para chegar. Por último, mas não menos importante, acompanhe de perto o seu estoque, garantindo que nenhum produto fique em falta durante a estação mais movimentada do ano!

    Venda uma experiência completa

    Durante o verão, o uso das piscinas, naturalmente, costuma ser muito maior. Isso significa mais gente na água e maior necessidade de manutenção para garantir a diversão. Por isso, aproveite para oferecer ao cliente todos os produtos necessários para que ele tenha uma experiência agradável do início ao fim. Atenda às necessidades do cliente oferecendo a ele um bom mix de produtos, que passe por todos os pontos importantes da manutenção de uma piscina. Instrua seus vendedores para – sem insistência e sem forçar nada que o cliente não deseje – procurarem aumentar o valor médio do tíquete, ou seja, vender mais para cada cliente, oferecendo, sugerindo e perguntando se ele precisa de algum outro produto relacionado com aquele que está comprando, ou algo que esteja em promoção e que seja uma boa oportunidade para ele. O mercado tem uma grande variedade de produtos para tratamento e manutenção da piscina, além de itens indispensáveis para a segurança da água, a temperatura correta e vários outros pontos importantes para quem tem uma piscina em casa. Garanta que seu cliente saiba da importância de cada produto e conheça as melhores opções para garantir o lazer.

    Aproveite para fidelizar os clientes

    Uma loja de sucesso não pode focar apenas em conseguir novos clientes. Também é essencial trabalhar na fidelização dos consumidores antigos. Como o verão é uma oportunidade de negócios em maior volume, trabalhe também para que os clientes que chegarem voltem a comprar no futuro. Garanta um atendimento e suporte excelentes ao consumidor, trabalhe para mantê-lo satisfeito e crie um relacionamento com ele. Trabalhar para fidelizar os clientes pode garantir que eles voltem na loja, inclusive, em períodos de menor demanda, como no inverno. Clientes satisfeitos ainda têm o potencial de divulgar sua marca para amigos e familiares, gerando cada vez mais vendas por meio de uma divulgação gratuita! Concentre os esforços da equipe da loja em oferecer uma experiência ótima de compra e conquiste de vez a fidelidade da sua clientela.

    Lembre-se que verão nem sempre é quente!

    Um erro comum do consumidor é presumir que, só por ser verão, com o calor garantido, a água estará sempre ideal para mergulho. Porém, quem nunca teve que enfrentar uma água estupidamente gelada, mesmo na estação mais quente do ano? Por isso, aproveite a oportunidade de negócios que é oferecer um equipamento como o Aquahot Plus! A temperatura ideal recomendada pela norma ABNT NBR 10.339/2018 depende da função da piscina. Para uma piscina de recreação, mais comuns na casa dos clientes, a faixa está entre 27 °C a 29 °C. O Aquahot Plus foi desenvolvido justamente para possibilitar às famílias essa garantia da temperatura ideal. O equipamento funciona como um trocador de calor, que trabalha para manter uma piscina aquecida o ano inteiro de forma 100% automática. O Aquahot Plus permite que o consumidor passe todo o dia fora e, ao chegar em casa, encontra a piscina na temperatura ideal para usar. Melhor ainda: o equipamento tem garantia total de segurança e qualidade certificada pelo INMETRO. Aproveite a alta do verão e a oportunidade de negócios da estação para oferecer ao seu cliente um bom mix de produtos. Vale tudo para proporcionar uma experiência completa de prazer na piscina! Quer continuar aprendendo a vender mais e fidelizar os clientes da sua loja? Então não deixe de baixar o nosso Whitepaper especial sobre fidelização do consumidor. Clique aqui e acesse gratuitamente. [widget id="media_image-14"]

    O post Oportunidade de negócios: deixe a piscina do seu cliente pronta para o verão! apareceu primeiro em Nautilus.

Bem Vindo a Seção de Piscinas do Portal Nautilus.

Quando o assunto é piscina, a Nautilus oferece mais de 30 anos de tradição e inovação em uma extensa linha de produtos. Para que você aproveite o que realmente importa, estamos sempre desenvolvendo produtos para sua piscina, seja para construção de uma nova piscina ou uma reforma da piscina existente.Temos as informações mais relevantes para que você escolha a melhor solução. As piscinas podem ser classificadas de acordo com o seu tipo de construção (alvenaria, fibra ou vinil), perfil de uso (residencial ou coletivo / pública) ou tamanhos. Para cada tipo existem equipamentos específicos, que são dimensionados de acordo com as normas ABNT, o que garante total segurança aos usuários. São produtos desenvolvidos com a mais alta qualidade e que proporcionam eficiência, economia e bem-estar. Aqui você vai encontrar todas as informações importantes para escolher o produto ideal para sua necessidade, com informações técnicas de dimensionamento, características de instalação e muito mais!

Filtros, motobombas, bombas de calor, coletor solar, tratamento, dispositivos, acessórios, iluminação e muito mais.

Temos em nossa linha itens que uma piscina necessita para sua construção, como dispositivos de aspiração, dispositivos de retorno, ralos de fundo, etc, equipamentos para tratamento físico da água - a filtração, com filtros em polietileno rotomoldado e motobombas com motores elétricos da Weg, passando pelo tratamento químico, seja com equipamentos automáticos ou com produtos para dosagens manuais, chegando também nas soluções que proporcionam uma experiência com a piscina ainda mais prazerosa e confortável: equipamentos para aquecimento da água - as bombas de calor e o coletor solar. Você pode conhecer também os produtos que oferecem mais estilo e elegância na decoração do ambiente com a linha Super LED para iluminação de piscinas.

PISCINAS