Nautilus

Minha Conta
Acesse sua conta
Destaques Nautilus
Destaques – Nautilus
  1. Por que apostar na venda cruzada é bom para a sua loja de piscinas?

    21/03/2017 19:03

    Qual proprietário de loja de piscinas nunca pensou em maneiras de aumentar sua rentabilidade sem ter que investir mais? Uma solução para gerar esse...
    venda-cruzada.png

    Qual proprietário de loja de piscinas nunca pensou em maneiras de aumentar sua rentabilidade sem ter que investir mais? Uma solução para gerar esse resultado é a venda cruzada, ou cross-selling. Essa técnica aumenta o seu ticket médio por venda ao oferecer outros itens que agreguem valor ao produto principal.

    Com a venda cruzada, ambos os lados saem ganhando: você, por conseguir aumentar seu volume de vendas e reduzir o estoque, e o cliente, por encontrar novos produtos, que atendam suas necessidades, além de aproveitar uma condição de compra especial.

    No post de hoje, mostraremos o porquê apostar na venda cruzada é bom para a sua loja de piscinas. Confira!

    Por que apostar na venda cruzada é bom para a sua loja de piscinas

    Venda cruzada: como funciona?

    A venda cruzada é a prática de oferecer aos clientes produtos complementares aos itens que já foram ou estão sendo adquiridos. Ou seja, essa técnica estimula o consumidor a concluir a sua compra e a levar produtos que a complementem.

    Para atingir os melhores resultados para a sua loja de piscinas com a venda cruzada, certifique-se de que a informação chegará até o seu cliente. Invista em divulgação, oriente seu time de vendas para que ele ofereça o combo e repense a forma de expor seus produtos, garantindo que fiquem visíveis e de fácil acesso a todos que entrarem na sua loja.

    Benefícios da venda cruzada

    Aumento do giro de estoque

    A lógica é simples: quanto maior o giro dos produtos, melhor o fluxo de caixa e a lucratividade de sua loja de piscinas. A venda cruzada permite que mais produtos sejam vendidos e que o estoque não fique parado. Lembre-se: produto que não circula é dinheiro que não entra!

    Mantém o fluxo de caixa em dia

    Em momentos de instabilidade, é comum procurar por ações que ajudem a melhorar o fluxo de caixa dos negócios. Ao criar ações de venda cruzada e vender mais para seus clientes, você injetará mais receita melhorando a saúde financeira de sua loja de piscinas.

    Aumento do ticket médio

    Um estudo realizado pela Marketing Metrics demonstrou que uma empresa possui probabilidade muito maior de vender para os clientes atuais (60 a 70%) do que prospectando um novo cliente (5 a 20%). Por isso é que a venda cruzada possui tanto potencial de retorno.

    Ao oferecer um produto complementar ao que o seu cliente já levaria, você está o ajudando ou antecipando uma necessidade que ele teria no futuro. Assim, realizar a venda fica mais fácil, e você consegue aumentar o valor da compra de seu cliente atual.

    Destaque diante da concorrência

    Com a venda cruzada, seus clientes vão centralizar as compras em seu estabelecimento, ou seja, não vão precisar buscar outras lojas para adquirir tudo o que precisam.

    Assim, você cria um diferencial e a sua loja de piscinas irá de destacar das demais.

    Fidelizar clientes

    Normalmente, o cliente não busca um produto específico: na realidade, ele espera resolver um problema ou satisfazer uma necessidade. Aproveite o conceito da venda cruzada na sua loja de piscinas e ofereça itens que atendam às demandas de seus clientes.

    Se você vende produtos químicos, aproveite para oferecer ferramentas, como peneiras e escovas, por exemplo.

    Para alcançar os melhores resultados para a sua loja de piscinas com a venda cruzada, pense no seu mix de produtos e em quais itens combinam entre si para que possam ser vendidos de forma vantajosa, tanto para você quanto para o seu cliente.

    Para isso, é fundamental conhecer o perfil de seus clientes e seus hábitos de consumo para guiar as vendas e orientar seu estoque com precisão.

    Mas, atenção: a venda cruzada não deve ser a única forma possível de o cliente adquirir determinados produtos. Condicionar a compra de um item que ele deseja a outro que não quer é uma prática proibida de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

    Com o uso estratégico da venda cruzada, sua loja de piscinas atingirá um bom mercado em potencial, entretanto, é preciso estar sempre atento para mantê-la atualizada e alinhada às necessidades de seus clientes e com as novidades e inovações do mercado. Avalie de modo constante os produtos oferecidos em sua loja para gerar mais negócios e aumentar seu potencial de atrair novos clientes e fidelizá-los.

    E então, pronto para apostar na venda cruzada de produtos em sua loja de piscinas? Agora, aproveite para conhecer as inovadoras soluções da Nautilus que podem ser oferecidas como cross-selling. Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato, deixe seu comentário e até a próxima. 

    bannerebook

  2. Como evitar a água verde na piscina?

    16/03/2017 15:03

    Chegar em casa após um dia cansativo, relaxar com a família e encontrar a água da piscina clorada, cristalina e pronta para o uso é o sonho de...
    evitar-agua-verde-piscina.jpg

    Como evitar a água verde na piscina?

    Chegar em casa após um dia cansativo, relaxar com a família e encontrar a água da piscina clorada, cristalina e pronta para o uso é o sonho de todos. Mas esse sonho pode transformar-se em pesadelo se a água estiver verde, afinal, essa coloração não combina com piscina própria para o uso.

    A cor verde na água da piscina ocorre devido a dois fatores: tratamento inadequado ou infestação por algas e micro-organismos.

    Além do aspecto visual, que transmite uma péssima impressão, quando a piscina não é tratada corretamente pode se tornar um foco de contaminação com a presença de micro-organismos que causam doenças de pele, respiratórias, conjuntivites, etc. O tratamento preventivo da água é a melhor defesa.

    No post de hoje, preparamos algumas dicas de como evitar a água verde na piscina. Confira!

    O que são as algas da piscina?

    As algas são micro-organismos trazidos pelos ventos e pelas chuvas, e proliferam-se nas piscinas quando existem condições favoráveis, como temperatura específica e água pouco clorada e com pH alto.

    O problema é que essas algas, além de dar uma coloração esverdeada na água da piscina, podem comprometer a saúde, pois facilitam o desenvolvimento de bactérias causadoras de doenças de pele, diarreia, infecções nos olhos, ouvidos, nariz e na garganta.

    Então, como evitar a água verde na piscina?

    Como já sabemos, a água verde na piscina é causada pela presença de algas no local, o que ocorre, sobretudo, em função da falta de tratamento ou manutenção equivocada. Para evitar a água verde na piscina, algumas dicas são fundamentais:

    Nunca deixe a água parada

    A água parada permite a proliferação das algas, que conferem a aparência verde à piscina. Portanto, filtre a água diariamente para mantê-la limpa e em movimento constante.

    Retire folhas e galhos

    O acúmulo de folhas, galhos e insetos que caem na piscina também afeta a cor da água. Por isso, passe, sempre, a peneira para retirá-los e lembre-se: é muito mais fácil remover esses detritos enquanto eles estão na superfície, ou seja, antes de eles se firmarem no fundo da piscina.

    De olho no tratamento

    Utilizando  alguns medidores e produtos específicos, é possível avaliar e ajustar o nível da alcalinidade e o pH para evitar a água verde na piscina. O pH deve estar entre 7,2 e 7,6, e a alcalinidade entre 80 e 120 ppm. O residual de cloro livre na piscina, da mesma forma, deve ser monitorado com os mesmos estojos de testes. O seu nível ideal, para piscinas residenciais, é entre 1,0 e 3,0 p. p. m., sem o que a água não estará devidamente “protegida”.

    Os produtos químicos são os responsáveis por manter a água sempre limpa e em condições próprias para uso. Quando o tratamento não é bem feito ou a periodicidade não é a ideal, uma das consequências é o aspecto esverdeado.

    Mas, atenção! Fazer isso apenas nos finais de semana não ajudará a evitar a água verde na piscina! As algas proliferam-se com constância, portanto, é preciso tratar a água regularmente!

    Para evitar que a sua piscina chegue a esse ponto, é preciso fazer um tratamento contínuo para que a água fique sempre limpa e clorada na medida certa. Existem equipamentos de alta qualidade que ajudam a manter a piscina sempre limpa e clorada, como os filtros que retiram o máximo de partículas de sujeira da água, os acessórios para limpeza que facilitam o processo de higienização, como as escovas, os aspiradores, e o Gerador de Cloro.

    Caso você não tenha tempo para realizar essa manutenção preventiva, vale a pena investir no trabalho de um profissional da área ou no tratamento automatizado na piscina da sua casa.

    Apesar de que, na estação mais quente do ano, os cuidados devem ser redobrados devido ao uso mais frequente da piscina, ela demanda cuidados durante o ano todo, e não apenas no verão.

    Mantenha a boa manutenção do local inclusive no inverno, para que a água não fique suja e impossível de ser recuperada: esteja sempre atento ao tratamento químico adequado e retire resíduos que caem na piscina.

    Esses são alguns dos pontos essenciais para você evitar a água verde na piscina e poder desfrutar tranquilamente dela, ao lado de sua família e amigos. Para ter a manutenção ideal de sua piscina, é recomendável, também, conversar com o profissional de confiança de sua loja de piscinas preferida.

    E então, ficou com alguma dúvida sobre como evitar a água verde na piscina? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

    bannerebook

  3. 4 dicas de gestão de uma loja de piscinas

    10/03/2017 11:03

    O sucesso de um negócio se dá por meio de uma boa gestão de recursos humanos, financeiros e empresariais. O dono de uma loja de piscinas deve...
    gestao-loja-piscina.jpg

    4 Dicas de gestão de uma loja de piscinas

    O sucesso de um negócio se dá por meio de uma boa gestão de recursos humanos, financeiros e empresariais. O dono de uma loja de piscinas deve estar sempre bem preparado e precisa conhecer tudo sobre o funcionamento do seu negócio para que tenha um bom gerenciamento e alcance os melhores resultados, como o aumento das vendas e a saúde financeira da sua empresa.

    Quer saber como? No post de hoje, preparamos 4 dicas de gestão para a sua loja de piscinas. Continue acompanhando e saiba mais!

    Dicas para otimizar a gestão de sua loja de piscinas

    1. Comece pela gestão de pessoas

    O primeiro passo para fazer a gestão de pessoas é conduzir um recrutamento inteligente. Tendo como base o perfil dos seus clientes, busque profissionais que se adéquam e que tenham identificação com seu negócio. É fundamental que os vendedores tenham vontade de aprender e que busquem carreiras ao invés de apenas um emprego.

    Os lucros da sua loja de piscinas aumentarão se você possuir uma equipe disposta, engajada, motivada e bem treinada. Portando, invista na gestão de seu capital humano e dedique parte de seu tempo para elaborar planos que deixem seu time alinhado com os propósitos do seu negócio.

    Promova treinamentos contínuos para que seus funcionários dominem tudo a respeito dos produtos oferecidos na sua loja e surpreendam seus clientes com um atendimento primoroso. Busque maneiras de desafiá-los e encorajá-los, despertando o sentimento de pertencimento e sua motivação em fazer um bom trabalho. Criar programas de incentivo que oferecem recompensas de acordo com a performance e a conquista de metas pode ser uma ação efetiva.

    2. Fique de olho na gestão financeira

    De acordo com estudo, o descontrole financeiro é um dos principais fatores de quebra das pequenas empresas.

    Assim, para ter os melhores resultados de gestão da sua loja de piscinas, você deve contar com um controle financeiro eficiente. Mantenha o controle referente ao fluxo de caixa, sabendo o que é vendido e gasto por dia, por semana e mensalmente, de forma que você possa fazer um planejamento das despesas, tomar as melhores decisões financeiras e se certificar se está tudo funcionando conforme o previsto.

    Tenha muito cuidado com a organização de documentos, separe as verbas pessoais das empresariais, tenha controle total dos valores que entram e que saem da sua loja de piscinas. Contratar um contador para ajudá-lo a manter a precisão de seus processos de gestão financeira pode ser um bom investimento.

    3. Mantenha-se sempre atualizado

    A gestão de uma loja de piscinas está intimamente relacionada com a automação; é preciso que haja domínio de relatórios gerencias, controle financeiro e de caixa – tudo com acesso rápido e precisão nas informações. Para isso, há desde softwares gratuitos, como o oferecido pelo SEBRAE, até soluções mais robustas e pagas, como os sistemas ERP.

    Além dessa automação, para ter os melhores resultados, é importante se aproximar dos clientes. Na Era da Informação, é fundamental estar presente nas redes sociais e fortalecer a imagem do seu negócio no mundo virtual, garantindo que o seu produto será de conhecimento do seu cliente em potencial. Utilize as mídias sociais a seu favor para que os consumidores saibam a respeito do seu mix de produtos e serviços.

    Assim, sua loja de piscinas irá se fortalecer, atraindo e fidelizando mais compradores. Estar atento às novidades e bem informado é um diferencial que, com certeza, será apreciado pelo público.

    4. Mantenha um controle de estoque e do giro de seus produtos

    Seu estoque é capital investido, e qual investidor quer ter o seu produto parado, sem trazer lucro para seu negócio? Por isso, é fundamental criar ações para estimular o giro de seus produtos.

    O primeiro passo é ter um controle de estoque. Isso fará com que seus produtos mais vendidos não faltem, nem que você desperdice sua verba fazendo pedidos repetidos daquelas mercadorias que estão acumuladas em seu estoque.

    Inicie fazendo um inventário de todos os itens que constam em seu depósito, cadastrando-os em um sistema ou planilha, com informações sobre quantidade, validade e outros dados relevantes.

    Depois, é importante identificar qual é o giro mensal de cada produto, para que você saiba qual é o estoque mínimo de cada item que deve manter em seu depósito.

    Crie campanhas promocionais para estimular o giro e as vendas dos produtos que estiverem com giro baixo em seu estoque. Isso vai garantir que você não perca o dinheiro investido, e, ao mesmo tempo, vai gerar mais vendas para seu negócio.

    E então, alguma dessas estratégias já é seguida na sua loja de piscinas? Ficou com alguma dúvida sobre como colocá-las em prática? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima!

    bannerebook

  4. 6 dicas de segurança na piscina para ter um verão tranquilo com as crianças

    21/02/2017 10:02

    Piscina é diversão garantida entre as crianças, especialmente no verão, mas é preciso tomar alguns cuidados para que as brincadeiras tenham toda a...
    seguranca-piscina_.jpg

    6 dicas de segurança na piscina para ter um verão tranquilo com as crianças

    Piscina é diversão garantida entre as crianças, especialmente no verão, mas é preciso tomar alguns cuidados para que as brincadeiras tenham toda a segurança.

    De acordo com uma pesquisa, os afogamentos são a segunda maior causa da mortalidade infantil no Brasil, atrás somente dos acidentes de trânsito.

    Por isso, algumas medidas devem ser adotadas para garantir a segurança e o bem-estar de toda a sua família. No post de hoje, preparamos 6 dicas de segurança em piscinas para ter um verão tranquilo com as crianças, confira!

    1. Garanta supervisão em tempo integral

    Sem adultos, sem piscina! Mesmo que seu filho saiba nadar, nunca o deixe sozinho. Ele pode ter cãibras, se machucar, se assustar com a profundidade da piscina, etc. Atenção redobrada é fundamental, sobretudo, com crianças pequenas.

    De acordo com a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), os afogamentos mais comuns são os de crianças de 1 a 5 anos, que caem na piscina ou mergulham quando não há nenhum responsável por perto. Portanto, supervisão é fundamental com os pequenos!

    2. Converse com seus filhos

    Conscientizar as crianças é fundamental: fale a respeito dos riscos de acidentes e afogamentos para que elas entendam o perigo e a gravidade desses acidentes e fiquem sempre alertas.

    Dê o exemplo. Não corra, não faça brincadeiras violentas ou inseguras quando estiver na piscina para que elas compreendam qual a postura devem assumir quando estiverem se divertindo.

    3. Faça com que seus filhos utilizem equipamentos de segurança

    O colete salva-vidas é fundamental para as crianças, e, mesmo com ele, elas irão se divertir na piscina. As boias e outros acessórios também podem ser usados, porém, é importante lembrar que não são eficazes em casos de afogamentos e que podem furar, esvaziar, escorregar ou até mesmo virar, o que representa um risco para os pequenos.

    De acordo com recomendação do Corpo de Bombeiros, o colete salva-vidas é o único recurso confiável para a proteção da criança na água.

    4. Instalação de cercas e portões de acesso à piscina

    Cerque a área da piscina e isole o acesso com um portão com fechamento automático, que não possa ser aberto por crianças. Além disso, é válida a instalação de cercas protetoras verticais. Prefira cercas que não sejam possíveis de serem "puladas" pelas crianças.

    A Sobrasa recomenda que as piscinas sejam protegidas com cercas de, no mínimo, 1,5 m. Já os portões devem, sempre, estar com cadeados ou trava de segurança, a fim de dificultar o acesso das crianças.

    Brinquedos e outros atrativos devem ser mantidos longe da piscina, pois as crianças podem acabar os derrubando dentro da água e se afogar tentando alcançá-los. Lembre-se, ainda, de instalar piso antiderrapante ao redor da piscina, a fim de evitar acidentes.

    5. Atenção com equipamentos e limpeza da piscina

    Invista em bons equipamentos, como proteção de ralo de fundo com sistema anti-aprisionamento e bocal de aspiração com tampa de fechamento automático para evitar acidentes com a sucção de cabelo ou outras partes do corpo.

    6. Antes de construir a sua piscina, conheça a Norma

    Antes de projetar ou contratar a construção de sua piscina, saiba que existe uma norma para isso, a NBR-10.339-ABNT. Ao seguir as suas recomendações, a sua piscina, além de muita segurança, terá grande eficiência no funcionamento dos equipamentos.

    Para o dimensionamento de todos os equipamentos/redes hidráulicos necessários para sua piscina, baixe gratuitamente o aplicativo NAUTILUS nas lojas virtuais da Apple e Android e confira as recomendações da norma. Caso você já tenha uma piscina em sua casa, procure uma revenda NAUTILUS de sua confiança para que ela possa lhe orientar como tornar a sua piscina ainda mais segura.

    Não descuide da segurança e garanta momentos de alegria e descontração em família no verão! Esses são alguns dos pontos essenciais para você ficar de olho na segurança das crianças em piscinas e, assim, desfrutar tranquilamente dos momentos de diversão, ao lado da sua família.

    Você ficou com alguma dúvida sobre essas medidas de segurança relacionadas ao uso das piscinas? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima. 
    bannerebook
  5. O perigo dos raios e das tempestades nas piscinas

    13/02/2017 09:02

    A localização geográfica do Brasil confere ao país o título de campeão mundial de raios, já que ela permite a formação de nuvens convectivas em...

    A localização geográfica do Brasil confere ao país o título de campeão mundial de raios, já que ela permite a formação de nuvens convectivas em grande parte do ano.

    De acordo com uma pesquisa, 50 milhões de raios caem sobre o país todos os anos, sendo que as estações com maior incidência são a primavera e o verão, pois, nesses períodos, o ar esquenta e fica mais úmido – e essa é uma combinação essencial para a formação das nuvens convectivas.

    Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, em média, são 111 mortes por raios por ano, sendo que 45% dos casos ocorrem no verão.

    Por isso, além de todos os cuidados que são necessários ao usar a sua piscina, é preciso estar atento ao perigo dos raios e tempestades.

    Conheça, a seguir, quais são os principais riscos que esses fenômenos naturais podem oferecer a quem utiliza a piscina.

    O perigo de nadar durante as tempestades

    A água é uma grande condutora de eletricidade, assim como o cloro, presente nas piscinas – e essa combinação intensifica a condução. Portanto, ao estar na piscina, o banhista tem chances de atrair um raio, pois seu corpo age como um para-raios.

    E os riscos são altos mesmo quando o raio atinge uma distância superior a 500 metros, pois a corrente elétrica pode ser conduzida pelas tubulações de água. Por recomendações da NLSI, as atividades aquáticas devem ser suspensas sempre que as tempestades estiverem mais próximas do que 13 km, ou seja, um intervalo entre raios menor do que 40 segundos.

    De acordo com dados divulgados pela Defesa Civil, até 30% das vítimas atingidas por raios morrem, a maioria delas por parada cardíaca e respiratória, e cerca de 70% dos sobreviventes sofrem sérias sequelas psicológicas e orgânicas, por um longo tempo, como redução ou perda de memória, diminuição da capacidade de concentração e distúrbio do sono.

    O que pode acontecer durante as tempestades?

    Se uma pessoa que estiver próxima à descarga elétrica, ou seja, até 50 metros de distância do raio, for atingida, ela sofrerá um choque tão grande que provocará um ataque cardíaco fulminante.

    Se a distância for entre 50 e 85 metros, o indivíduo terá chances de sobreviver, mas sofrerá queimaduras, asfixia e, em alguns casos, parada cardíaca.

    Já a uma distância entre 85 e 125 metros do ponto de descarga, a pessoa sentirá um choque por tempo reduzido. Acima de 125 metros, a única sensação será de formigamento no corpo.

    Como se proteger durante as tempestades?

    Durante tempestades, saia imediatamente da piscina, pois a parte do corpo que fica para fora da água pode atuar como um para-raios, atraindo as descargas elétricas. Além disso, os elementos químicos da água são condutores de eletricidade, assim, se um raio cair em algum ponto da piscina, a energia poderá ser conduzida até a pessoa.

    Apesar de muitos pensarem o contrário, roupas de borracha também não evitam os acidentes, portanto, mesmo se estiver no mar, busque um local seguro até que o mau tempo passe.

    De acordo com orientação do Corpo de Bombeiros, o ideal é procurar abrigo em locais fechados e manter distância de materiais elétricos e árvores.

    O que fazer para ajudar uma vítima atingida por um raio?

    Conforme a Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT), o primeiro passo é ligar para um serviço de emergência e solicitar ajuda especializada.

    Sim, um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar, portanto, proteja-se antes de ajudar alguém que tenha sido atingido, espere até que o perigo imediato passe, ou remova a vítima para um local mais seguro.

    Se a pessoa apresentar sinais de consciência, o ideal é levá-la para um local seguro. Caso contrário, é necessário detectar se ela está em parada respiratória ou parada cardíaca – ou até mesmo ambos.

    Nesses casos, a recomendação, novamente, é buscar ajuda especializada, ligando para o 192 (ambulâncias), solicitando um desfibrilador automático e iniciar a massagem cardíaca.

    Para aproveitar o verão sem riscos, a atitude prudente é, em caso de tempestades e raios, não se arriscar, sair da piscina, buscar um local seguro e aguardar até que o tempo melhore e o ambiente da piscina esteja seguro para, novamente, usufruí-lo.

    Dessa forma, você garante a sua segurança e a da sua família durante a estação mais quente do ano.

    Ficou com alguma dúvida sobre o risco de tomar banho de piscina durante tempestades com raios? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

    bannerebook

  6. Por que é preciso fidelizar o cliente da loja de piscina?

    07/02/2017 09:02

    Pense por um momento: é melhor um cliente comprar uma única vez na sua loja de piscina, e nunca mais retornar, ou fazer novas compras...
    fidelizar-cliente-loja-piscina

    fidelizar-cliente-loja-piscina

    Pense por um momento: é melhor um cliente comprar uma única vez na sua loja de piscina, e nunca mais retornar, ou fazer novas compras periodicamente? Se você considera a segunda opção a melhor, então está pensando da mesma forma que grande parte dos gestores. O fato é que um cliente que volta constantemente na loja é muito mais rentável para o negócio do que aquele que precisa ser conquistado pela primeira vez.

    Por isso é tão importante fidelizar o cliente, e existe uma série de estratégias para conquistar o público da sua loja de piscina, e é sobre ela que vamos falar. Acompanhe.

    Por que é importante fidelizar?

    É fidelizando o cliente que uma loja de piscina consegue:

    • Fazer com que ele não migre para empresas concorrentes;
    • Alavancar o seu faturamento;
    • Ganhar posições e se tornar uma referência no mercado de piscinas.

    Isso sem contar que fidelizar o cliente é muito mais barato do que os esforços para atrair um novo público. A razão é simples: quando um cliente compra um produto na loja pela primeira vez, ele não precisa ser impactado por muitas campanhas de marketing para retornar e fazer outra aquisição. Afinal, ele já conheceu a loja de piscina e as soluções que ela oferece.

    E se o atendimento foi bem feito, a loja ofereceu bons produtos e realizou um bom relacionamento pós-compra, ele, muito provavelmente, retornará mais vezes, sem precisar de uma campanha de marketing para conhecer a sua marca e conquistá-lo. Isso é muito benéfico para a empresa, pois ela não terá que aumentar os seus investimentos com marketing e poderá destinar os novos recursos a outras áreas do negócio.

    Ao fidelizar o cliente, ele também:

    • Não tem receio de adquirir produtos mais caros, pois confia na empresa;
    • Faz questão de indicar a loja para seus amigos, familiares e conhecidos;
    • Demonstra o seu contentamento com a marca, fazendo elogios em sites e redes sociais.

    O que fazer para fidelizar o cliente?

    Escutar o que cada cliente tem a dizer

    Todo consumidor gosta de ser ouvido pela empresa na hora de fazer uma reclamação, tirar uma dúvida ou fazer um elogio. Daí a importância para a loja de piscina de ‘dar ouvidos ao público’ e escutar tudo o que ele tem a dizer. Essa estratégia, além de fidelizar o cliente, também ajuda a atender às suas necessidades e eliminar as falhas nos processos.

    Prestar um atendimento personalizado

    Hoje, toda empresa precisa deixar de lado o atendimento unificado e partir para a personalização. É preciso atender cada pessoa de um jeito único e oferecer produtos de acordo com as suas reais necessidades, de forma que ela se sinta especial e volte mais vezes. Mas, para isso, é necessário coletar informações de cada cliente, seja pessoalmente, seja virtualmente.

    Oferecer produtos inovadores e de alta qualidade

    Não adianta tentar fidelizar o cliente com produtos ruins, que não geram nenhum benefício para ele. Se a venda for efetuada, vai surgir o sentimento de frustração, e ele nunca mais vai voltar à sua loja de piscina.

    Por isso, é preciso oferecer bons produtos, que realmente tragam algum benefício ao público, como a comodidade e a redução de despesas - e um bom exemplo é o gerador de cloro.

    Oferecer brindes

    Os brindes demonstram a gratidão da loja de piscina pela preferência dos clientes. Dessa forma, as chances de eles retornarem ao estabelecimento crescem consideravelmente.

    Mas, atenção: os brindes devem ser de qualidade e estar de acordo com o que a loja de piscina vende.

    Essas são algumas ideias para ajudar você a fidelizar o cliente que entra na sua loja, aumentando, assim, os resultados nas vendas.

    E então, alguma dessas estratégias já é seguida no seu negócio? Ficou com alguma dúvida sobre como colocá-las em prática? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 
    bannerebook
Bem vindo à Nautilus o seu portal de lazer e bem estar

Bem-vindo ao Portal Nautilus de lazer e bem-estar, aqui você vai encontrar, novidades, dicas úteis, conteúdo técnico, orientação de especialistas e muito mais! Muito além de um site, agora temos um novo Portal de Conteúdo que proporciona uma experiência rica quando o assunto é lazer e diversão. Essa é mais uma inovação da Nautilus, agora, o nosso "Convite ao bem-estar” oferece um mundo de informações e conteúdo para você poder relaxar e se divertir ainda mais.

Produtos, informações, atendimento e tudo que você precisa para se sentir bem

Você pode escolher a sua categoria e saber tudo sobre produtos, ver os cuidados técnicos necessários em cada tipo de instalações e conhecer as mais diversas tecnologias disponíveis no mercado, tudo de uma forma inovadora e didática. Você vai encontrar ferramentas funcionais para esclarecer suas dúvidas e realizar pesquisas, fazer consultas técnicas com uma linguagem leve e direta, além de acompanhar as novidades dos Blogs e se inspirar com as galerias de fotos dos projetos realizados por nossos parceiros. Fique por dentro das dicas de especialistas e conte com um atendimento rápido e eficiente. Aproveite, aqui você vai encontrar tudo o que você precisa para seu lazer e diversão.