Minha Conta
Acesse sua conta

Mais Visões

Catafolhas Nautilus para piscina

CATAFOLHAS NAUTILUS ÚNICO NO MERCADO QUE RETIRA O EXCESSO DE FOLHAS DURANTE A ASPIRAÇÃO DA PISCINA

O Catafolhas Nautilus é produzido em plástico de alta resistência e foi desenvolvido para ser acoplado na mangueira de aspiração. Ele é indicado para retirar o excesso de folhas durante o processo de aspiração, reduzindo a necessidade da limpeza do pré-filtro durante esse processo. Conta com a garantia de 1 ano e a qualidade da marca Nautilus. A linha de acessórios da Nautilus é completa e atende diversas necessidades de uso para a limpeza e manutenção. São produtos de alta qualidade que garantem momentos de diversão e bem-estar.

Encontrar revenda
ok + -

Características do produto

Informações Adicionais

SKU 40130020
Altura Produto 440 mm
Largura Produto 140 mm
Artigos relacionados
Artigos Relacionados
  1. Tratamento de piscina: 3 formas de agilizar esse processo

    23/04/2019 17:04

    Tomar banho de piscina em uma água limpinha e tratada é o que toda família busca. Mas ter trabalho com isso, quase ninguém quer. Tratamento de...
    Tratamento de piscina: 3 formas de agilizar esse processo
    Tomar banho de piscina em uma água limpinha e tratada é o que toda família busca. Mas ter trabalho com isso, quase ninguém quer. Tratamento de piscina não precisa ser um bicho de sete cabeças. Pode ser algo prático, rápido e ainda econômico. Saiba que esse processo não se resume apenas a recolher as folhas caídas das árvores ou jogar cloro na água. É um pouco mais complexo do que isso e exige tempo, produtos adequados, qualificação para manuseio e paciência. Mas no final, é gratificante. Existem algumas etapas a serem seguidas para um tratamento de piscina eficaz e de qualidade. Deve-se começar pela limpeza física, ou seja, a lavagem das paredes, fundo e bordas. Lembre-se de utilizar uma escova de cerdas macias para não arranhar a superfície. Depois é feita uma análise e teste da Alcalinidade Total, que deve ficar entre 80 e 120 partes por milhão (ppm) e pH, padrão entre 7,2 e 7,6. Faça os ajustes necessários caso não estejam dentro dos valores desejáveis, de acordo com as instruções dos kits de teste. O que você vai ler neste artigo:

    Quais os tipos de tratamento da água de piscina?

    Existem no mercado alguns disponíveis e que você pode escolher de acordo com suas necessidades. Vamos listar os principais e algumas de suas características.
    • Cloro – o mais utilizado e conhecido.
    • Sal – menor impacto no meio ambiente.
    • Ozônio – poderoso antioxidante.
    • Íon de cobre ou prata – elimina todos os microrganismos.
    • Ultravioleta – descontamina através de radiação solar.
    Até aqui, você aprendeu como fazer um tratamento de piscina e quais produtos químicos pode utilizar. A parte de colocar as mãos à obra ainda parece bem complicada e cansativa. Mas não precisa ser, existem algumas técnicas e equipamentos à disposição de qualquer um que tornam tudo mais fácil.

    Veja 3 formas de automatizar esse tratamento

    Cloração automática

    Aqui o benefício é também à saúde, pois evita o contato direto com o cloro. Existem três maneiras de utilizar esse sistema, através do clorador flutuante. O nome já diz, é um aparelho que flutua na piscina e libera quantidades pequenas e constantes das pastilhas na água. Outra que também utiliza o mesmo formato do produto é o clorador de pastilha. Equipamento instalado na tubulação que irá dosar sua dissolução de forma controlada. E, por último, o gerador de cloro. Este ainda contribui com o meio ambiente, pois gera o cloro a partir do sal adicionado diretamente na água. Claro que existe uma medida para isso, são apenas 3 gramas de sal por litro com uma necessidade de reposição em torno de 10 a 30% desse valor a cada 4 meses, não se preocupe, a piscina não fica salgada.​​​ O equipamento detecta quando a quantidade de sal está baixa e avisa que está na hora de repor. E além de produzir a própria matéria-prima a partir de um mineral, ele atua detectando o momento certo de produzir mais. É importante ressaltar que também é econômico, pois evita ainda a compra de kits de medição. Outra vantagem é que irrita bem menos os olhos e a pele, trazendo uma sensação de bem-estar maior para toda família.

    Ozonizador

    Falamos de ozônio para tratamento de piscina, mas sabemos que ele precisa ser aplicado de alguma maneira. É aí que entra a utilização deste aparelho, o ozonizador, que produz o ozônio a partir do próprio ar, ou seja, - do oxigênio - e não deixa resíduos. Ele é um importante agente microbiológico que elimina fungos, bactérias, protozoários, virus e um excelente antioxidante. Vale a pena investir neste equipamento e garantir a água sempre pura, limpa e transparente.

    piscina crianças

    A combinação perfeita

    É possível combinar essas tecnologias e ter um melhor desempenho. Por exemplo, toda piscina demanda um sistema de filtração. Experimente utilizar os dispositivos citados associados entre si e com filtros e motobombas de qualidade. O resultado será excelente. Outra dica é utilizar zeólita como elemento filtrante, pois elimina ferro, manganês, matéria orgânica, amônia e metais pesados, agindo de forma mais eficiente. Enfim, existem várias possibilidades de tornar o tratamento de piscina e a vida do seu proprietário mais fácil. Com todas essas dicas, com certeza, você não passará mais aperto. [widget id="media_image-8"]

    O post Tratamento de piscina: 3 formas de agilizar esse processo apareceu primeiro em Nautilus.

  2. 5 dicas de decoração para piscinas pequenas

    16/04/2019 16:04

    Uma piscina pequena também tem o seu charme e suas vantagens. Um espaço para descanso ou lazer não precisa ser necessariamente grande. Com muita...
    5 dicas de decoração para piscinas pequenas
    Uma piscina pequena também tem o seu charme e suas vantagens. Um espaço para descanso ou lazer não precisa ser necessariamente grande. Com muita vontade, criatividade e disposição, é possível criar espaços incríveis e únicos para tornar a sua piscina, mesmo que pequena, o lugar favorito da casa! Para ajudar nessa missão, separamos 5 dicas de decoração que podem ser bem aproveitadas em piscinas menores para você se inspirar. Acompanhe! O que você vai ler neste artigo:

    Antes de tudo, analise o que você tem

    Independentemente de a sua piscina já estar pronta ou ainda ser um projeto, é importante analisar o espaço que você possui. A necessidade de construir uma piscina pequena normalmente está associada a uma limitação de terreno que deve ser levada em consideração também na hora da decoração. A ideia é que esse cantinho seja agradável para quem vê e para quem usufrui da piscina, por isso, evite os excessos ou elementos que mais atrapalham do que contribuem para um bom resultado. A decoração é livre de acordo com o gosto de cada pessoa, mas tenha sempre em mente que o conforto deve vir em primeiro lugar. As dicas são para qualquer tipo de piscina, seja de alvenaria, de fibra – que já possuem um tamanho e formato padrão –, ou outras. Aproveite para identificar o que mais te agrada e o que se encaixa no seu projeto!

    Dica 1: invista em uma boa iluminação

    A iluminação faz a diferença em qualquer cômodo de uma casa e na área externa não é diferente. Você pode investir tanto na iluminação para piscina na parte interna (debaixo d'água) – que, além de ser decorativa, é imprescindível para o uso da piscina à noite – quanto na externa – realçando os elementos no entorno da piscina.

    Aqui no blog temos um artigo falando tudo sobre a iluminação para piscinas e qual a mais indicada para cada tipo. Aproveite para conferir!

    Dica 2: brinque com os painéis

    Normalmente, piscinas menores estão localizadas em locais próximos a paredes e isso pode ser usado a favor da decoração. Aqui, a imaginação é o limite. É possível criar paredões verdes, com plantas verticais, painéis em madeira, mosaicos em pedras e também usando pastilhas como revestimento. Acredite, um painel bem escolhido pode mudar completamente a cara do ambiente!

    Dica 3: elementos para descanso como item de decoração

    Se o espaço permitir, acrescente algum móvel para descanso, como mesinha e cadeira com guarda-sol, almofadas impermeáveis ou uma espreguiçadeira. Ficar na água, principalmente em dias quentes, é delicioso. Mas há quem prefira apenas molhar os pés ou ficar próximo da piscina. Ter uma opção para essas pessoas também é uma ótima pedida. Assim, todos podem aproveitar o espaço da maneira que for mais confortável.

    Dica 4: a escolha do revestimento

    O tipo de revestimento e a cor são elementos que ajudam a dar mais personalidade para uma piscina pequena; logo, é importante analisar, com muita calma, quais materiais serão utilizados e de que maneira. As opções de azulejos, pastilhas e faixas decorativas são inúmeras. Além de considerar a sua preferência, considere também qual tipo de desenho você quer compor, já pensando no projeto como um todo.

    Dica 5: a área externa ajuda a valorizar uma piscina pequena

    Além da preocupação com a segurança de quem faz uso da área, a escolha do piso que será usado ao redor da piscina pode ser também uma parte da decoração! O importante é que seja um revestimento que evite escorregões e quedas. O mais comum é o de pedra, mas é possível trabalhar com jardinagem, pisos antiderrapantes e até madeira.

    E para deixar a área da sua piscina ainda mais sofisticada, não perca nossas Dicas de decoração para piscina usando plantas!

    Dica extra: faça do seu jeito

    Como dito no começo, não é porque a piscina é pequena que você não precisa pensar na decoração. Aproveite as nossas dicas e comece o quanto antes a criar uma área de lazer e descanso especial para você, sua família e amigos. Mais importante do que o tamanho são os momentos que essa área irá lhe proporcionar, então invista um tempinho para planejar e colocar em prática as dicas que mais te agradarem. E não se esqueça: procure empresas certificadas para que você garanta uma piscina perfeita e sempre pronta para uso em qualquer época do ano! Se você gostou dessas dicas e mal pode esperar para transformar sua área externa, conheça a linha de Leds da Nautilus, empresa certificada pelo ISO 9001, e dê um toque especial à sua piscina! [widget id="media_image-8"]

    O post 5 dicas de decoração para piscinas pequenas apareceu primeiro em Nautilus.

  3. Construção de piscinas: quais profissionais contratar?

    02/04/2019 09:04

    O que você vai ler neste artigo: Arquitetos Paisagistas Engenheiros Construtores Lojistas Um cantinho só para você e sua família relaxarem,...
    A construção de uma piscina é um processo que desperta muitas dúvidas. Mas, com a ajuda de especialistas, ele pode ser muito mais fácil!
    Construção de piscinas: quais profissionais contratar? O que você vai ler neste artigo:
    Um cantinho só para você e sua família relaxarem, reunir os amigos, passar bons momentos, se divertir… Ter uma piscina em casa é o sonho de muitos, mas as dúvidas que surgem quando você pensa em dar o primeiro passo podem impedir sua realização. Afinal, por onde começar?

    Se você já sabe quanto custa construir uma piscina, está em um bom caminho. Agora, é hora de selecionar os profissionais que serão responsáveis por criar, direcionar e executar o projeto de construção da sua piscina, auxiliando você a tomar as melhores decisões dentro do seu orçamento.

    Vamos lá?

    Arquitetos

    Qual será o tamanho da piscina? Qual é o formato que melhor se adapta ao terreno? Como será a decoração? Como a piscina será iluminada? Como harmonizar a área externa com o restante da casa? Como intensificar seu potencial de relaxamento? Como construir uma piscina que valorize o imóvel?

    Todas essas perguntas podem ser respondidas por um arquiteto.

    Ele é o responsável por projetar e coordenar a construção da sua piscina. É ele quem vai aliar a funcionalidade à estética do projeto, definindo elementos que vão desde o tamanho e profundidade da piscina à escolha de iluminação, artigos decorativos e equipamentos que manterão sua piscina pronta para uso a qualquer momento.

    Ele também tem o papel de definir como será o entorno da sua piscina, garantindo a elegância e sofisticação em cada cor, forma e textura da sua área externa. Você sabe quais os móveis ideais para esse ambiente? Qual o tecido mais recomendado para as almofadas? Que tipo de piso escolher para a borda da piscina?

    O objetivo principal é que sua piscina e a área de lazer tenham características marcantes, que reflitam a sua personalidade, mas que também respeitem a plena utilização do espaço, conforme as limitações do projeto, e a segurança de seus usuários.

    Um projeto realizado dessa forma torna possível ter um imóvel completamente adequado às suas necessidades - e ainda mais valorizada no mercado imobiliário.

    Paisagistas

    Um paisagista é encarregado por harmonizar a natureza com o humano.

    Ou seja, no seu projeto, o papel do paisagista é arquitetar os jardins e elementos ornamentais da área da piscina, priorizando aspectos como a sustentabilidade prática, estética e econômica.

    O paisagista acompanha o projeto desde a elaboração até o acabamento, complementando o trabalho do arquiteto.

    Engenheiros

    A função do engenheiro é auxiliar no projeto de construção, gerenciar recursos e prazos e executar as obras.

    Logo, ele também acompanha o processo inteiro, desde a avaliação e escolha do terreno em que a piscina será construída até o acabamento; porém, este profissional se encarregará de cuidar de especificações como a infraestrutura, instalações elétricas e hidráulicas e outras especificidades das diretrizes de construção de uma piscina.

    Em suma, o engenheiro garante que aquela piscina que você sonhou junto ao arquiteto seja construída de modo a garantir tanto o seu lazer quanto a sua segurança.

    Se houver algo que precise ser modificado por alguma limitação do terreno ou da escolha do tipo de piscina, por exemplo, cabe ao engenheiro sugerir a melhor forma de contornar o problema, respeitando o que foi pensado no projeto.

    Construção de piscinas: quais profissionais contratar?

    Construtores

    Construtores e pedreiros experientes são os encarregados pela execução da obra.

    Eles são fundamentais para todo tipo de piscina e estarão presentes em qualquer projeto, auxiliando o engenheiro na construção de uma piscina de alvenaria ou concreto, na instalação de uma piscina de fibra ou na aplicação de revestimento e pastilhas, por exemplo.

    Basicamente, serão os responsáveis por fazer com que sua piscina exista, de fato.

    Lojistas

    Os lojistas de equipamentos para piscinas são as pessoas certas para orientar você antes e depois da construção. Afinal, eles conhecem as melhores soluções para suas dores e os melhores fornecedores de equipamentos do mercado, podendo auxiliar na escolha dos produtos ideias para que sua piscina esteja sempre pronta para uso e - o melhor! - com o mínimo de esforço.

    De equipamentos clássicos, como filtros e motobombas, a alternativas para aquecimento e automação do tratamento da água, os lojistas serão os responsáveis por assegurar que sua piscina seja apenas sinônimo de lazer e segurança.

    Construção de piscinas: quais profissionais contratar?Pronto! Agora que você sabe a quem recorrer, já pode dar o próximo passo rumo à realização do sonho de ter uma piscina em casa.

    E se gostou de saber mais sobre esses profissionais e como eles fazem parte da construção da sua piscina, inscreva-se na nossa newsletter e receba informações exclusivas direto no seu e-mail!

    [widget id="media_image-15"]

    O post Construção de piscinas: quais profissionais contratar? apareceu primeiro em Nautilus.

Solicitar Orçamento:
Solicite seu orçamento através do formulário abaixo.
Se preferir, entre em contato diretamente pelo telefone ou e-mail.
  • Aproveite e cadastre uma senha abaixo para ter acesso completo ao maior Portal de Lazer do Brasil